Nos últimos dias, foi divulgada a reclamação de diversos pais que afirmavam que Momo estava aparecendo nos vídeos da plataforma YouTube Kids. Após a grande polêmica dos últimos dias, que teria causado pânico em muitos pais de crianças que frequentemente utilizam a plataforma destinada ao público infantil, o site se pronunciou nesta segunda-feira (18) a respeito e negou que existam vídeos que promovam o desafio da Momo na plataforma para crianças.

Publicidade
Publicidade

O YouTube ainda fez uma alerta, pedindo para que os usuários reportem os vídeos que contenham conteúdos negativos ou de alguma forma perigosos para as crianças.

Fora do Brasil, o site já havia reportado relatos que foram concluídos como falsos de que os vídeos estariam aparecendo novamente no YouTube e que em seu conteúdo a personagem Momo teria ensinado crianças a cortarem os pulsos.

Pais teriam relatado em outras redes sociais que, ao assistir os vídeos da plataforma Kids, as crianças estariam se deparando com a boneca e que o conteúdo desses vídeos se tratava da imagem incentivando as crianças ao suicídio.

Publicidade

A boneca Momo, no entanto, não é proibida de aparecer em vídeos na plataforma normal, mas, na plataforma direcionada a crianças ela é estritamente proibida.

Para esclarecer, o YouTube ainda acrescenta que o site direcionado a crianças usa de filtros e comentários das pessoas que utilizam a plataforma, e também de revisores humanos que garantem que será um ambiente adequado para toda a família. Mesmo que existam filtros e opções para barrar que esse tipo de vídeo chegue às crianças, é necessário sempre estar atento ao que o seu filho assiste nas diversas plataformas de vídeo existentes na internet.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Tecnologia

A boneca Momo teria sido criada por um artista japonês, Keisuke Aiso, em meados de 2016, e se tornou uma lenda urbana, onde viralizou através de sites e fóruns que provocavam as pessoas a participar do desafio, semelhante ao que aconteceu quando o desafio Baleia Azul viralizou, e, assim como Momo, gerou um pânico generalizado na rede.

Não existem casos de suicídio relacionados à escultura

Veículos internacionais reportam que, apesar do medo generalizado, não existem relatos de casos de suicídio relacionados à boneca.

A obra, no entanto, está perpetuada como um viral macabro, apesar de seu criador já ter declarado que a jogou fora, pois se sentiu culpado pelo uso negativo que sua obra de arte recebeu na web. A obra fazia parte de uma série denominada como Aversão e já foi exibida na galeria Vanilla Gallery, em Tóquio, no Japão.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo