A justiça concedeu regime semiaberto na última segunda-feira (29) ao detento Alexandre Nardoni, que foi condenado a 30 anos e dois meses de prisão pela morte da filha, Isabella Nardoni. Alexandre cumpriu regime fechado na prisão de Tremembé (SP) por 11 anos, e sua defesa pleiteava um regime mais brando desde o ano passado. A decisão partiu da juíza Sueli Zeraik, da 1ª Vara de Execuções Criminais (VEC) de Taubaté. Segundo o portal G1, o Ministério Público informou que irá recorrer da decisão. Alexandre Nardoni foi condenado junto com Anna Carolina Jatobá, sua esposa à época, por ter atirado a filha do sexto andar de um prédio na zona norte da capital paulista.

Regime semiaberto

No regime semiaberto o detento beneficiado pode trabalhar fora da prisão e retornar durante a noite para dormir. Presidiários neste regime, e que possuam bom comportamento, podem deixar a prisão nas chamadas "saidinhas temporárias", por até 35 dias ao ano. Anna Carolina Jatobá já usufrui deste benefício desde o ano de 2017. Alexandre e Anna Carolina nunca assumiram a autoria do crime. A decisão foi embasada pela avaliação de Sueli Zeraik que considerou o bom comportamento carcerário de Alexandre e nenhum fator que desabonasse sua conduta dentro do sistema prisional.

A juíza também apontou em sua decisão, que o detento possui vínculos familiares estruturados e planos para o futuro que apontam a sua reintegração à vida pessoal, profissional e familiar.

Alexandre já cumpriu dois quintos da pena, tendo abatido 634 dias da pena por trabalhar dentro da prisão, razões pelas quais a juíza não viu motivos para negar o pedido da defesa pelo regime semiaberto. A próxima saída temporária está prevista para o dia 7 de maio, para o Dia das Mães, onde Anna Carolina Jatobá, madrasta de Isabella Nardoni, deve deixar a prisão por mais uma vez.

Já Alexandre terá que esperar a "saidinha" do Dia dos Pais.

Relembre o caso

O casal Anna Carolina Jatobá e Alexandre Nardoni foi condenado pela morte de Isabella Nardoni, filha de Alexandre. Os dois teriam atirado Isabella do sexto andar de uma prédio na zona norte da capital paulista em 29 de março de 2008. Anna Carolina foi condenada a 26 anos de prisão, e Alexandre a 30 anos e dois meses.

Por bom comportamento, após cumprir dois quintos de sua pena, Jatobá, madrasta de Isabella, foi beneficiada pelo regime semiaberto no mês de agosto de 2017. Segundo o portal UOL, a juíza que concedeu o benefício a Anna Carolina apontou que durante o período em que estava em regime semifechado a detenta não cometeu sequer uma infração disciplinar. O caso do assassinato de Isabella Nardoni teve grande repercussão e comoção nacional.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!