A participação do deputado estadual Caue Macris (PSDB-SP) na comemoração da conquista do tricampeonato paulista pelo Corinthians no último domingo (21) causou estranhamento e reclamações por parte dos jogadores do time.

Após vencer o São Paulo por 2 a 1, os jogadores corintianos viram o deputado e presidente da Assembleia Legislativa do estado erguer a taça junto com o goleiro Cássio, na Arena Corinthians.

Publicidade
Publicidade

A cena incomodou alguns jogadores e Cássio chegou a declarar que achou estranho a presença do parlamentar no campo.

O capitão do time alvinegro disse que de início não tinha percebido que se tratava de um político e que ele só viu que tinha alguém puxando a taça no momento em que ele tentava erguê-la. Ele só percebeu que se tratava de um deputado quando leu em um site.

Já o atacante Vagner Love disse que o deputado era um intruso na foto e que ficou "bolado" com aquela situação.

Deputado ergue taça junto com goleiro do Corinthians (Divulgação/Instagram/@corinthians)
Deputado ergue taça junto com goleiro do Corinthians (Divulgação/Instagram/@corinthians)

O jogador disse também que apenas deveriam estrar presentes naquele momento os jogadores, familiares, amigos e as pessoas que estão todos os dias "ralando" em nome do time.

Para Ralf, a situação é natural, já que ele diz que muitas pessoas estranhas costumam participar da foto nesse momento, apesar de achar que aquele era pra ser uma comemoração só do time.

Outros políticos participaram

Mas não foi só Caue Macris que estava presente na comemoração do tricampeonato do Corinthians.

Publicidade

A premiação contou com a participação do senador Major Olímpio (PSL-SP), que saiu até com uma medalha no peito, e Aildo Rodrigues, secretário estadual de esportes. Ambos foram convidados pela Federação Paulista de Futebol, responsável pela organização do campeonato,.

No entanto, a participação de políticos não é exclusividade do Corinthians. Na conquista do título brasileiro de 2018 pelo Palmeiras, em dezembro do ano passado, o presidente Jair Bolsonaro foi convidado pela diretoria do time para receber o troféu de campeão.

Recém- eleito presidente do Brasil, na época, Bolsonaro desceu ao gramado para tirar fotos com os jogadores e distribuir medalhas.

A presença do presidente dividiu a opinião da torcida. Na arquibancada, Bolsonaro contou com a simpatia da maioria dos torcedores, já do lado de fora do estádio do Palmeiras, cartazes com mensagens apócrifas acusavam o político de oportunismo. Os cartazes destacavam o fato de Bolsonaro já ter posado com camisetas de outros times brasileiros, como Botafogo, Vasco e Flamengo.

Publicidade

Leia tudo