Na madrugada desta sexta-feira (24), a notícia de que uma mãe teria arremessado a filha de 3 anos pela janela do quinto andar de um prédio em São Paulo e em seguida se jogado chegou ao Corpo de Bombeiros, que rapidamente se dirigiu ao local. Segundo informações da equipe de resgate dadas ao jornal O Estado de S. Paulo, ambas as vítimas foram levadas com vida ao Hospital das Clínicas, por volta das 2h50. Uma matéria exibida pelo "Balanço Geral", da Record TV, nesta manhã, trouxe novas informações sobre o caso e contou, segundo relato do morador que teve o carro atingido pela menina, que a criança teria saído andando após a queda.

Publicidade
Publicidade

Entenda o caso

De acordo com a Polícia Civil, Fernanda Fernandes Garcia, de 29 anos, teria cortado a tela de segurança de uma das janelas de seu apartamento por volta da meia-noite e atirado a filha, que estaria enrolada em um lençol. Ainda de acordo com as primeira investigações da polícia, a criança estaria dormindo quando foi recolhida da cama e jogada pela mãe.

Após lançar a filha, a mãe ainda teria ficado cerca de uma hora dentro de seu apartamento, visivelmente nervosa, portando duas facas e ameaçando a todo momento se jogar da janela do apartamento.

Publicidade

A polícia tentou acalmar Fernanda, que acabou ateando fogo no apartamento.

Com a chegada dos bombeiros no interior do apartamento, a mulher acabou cumprindo as ameaças e se jogou da janela do imóvel. De acordo com a equipe médica que atendeu as vítimas, a criança segue estável, já a mãe está em estado grave com múltiplas fraturas por todo corpo.

Menina caiu sobre carro e saiu andando

A criança de três anos, que teve a identidade preservada, após ser lançada do quinto andar do prédio acabou caindo sobre o para-brisa de um veículo e saiu caminhando.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

As informações foram passadas pelo programa "Balanço Geral, da Record TV, que repassou o relato do morador que teve o carro atingido pela queda da menina.

De acordo com a reportagem, o morador do edifício estaria chegando ao estacionamento do prédio, após fazer compras com a esposa, quando de repente viu "alguma coisa caindo" sobre o para-brisa do carro e em seguida caindo no chão. "Quando ele foi olhar era uma criança", relatou o repórter.

Ainda segundo o morador, a menina teria se levantado rapidamente do chão.

Logo que deixou o veículo, o homem teria relatado ter sido surpreendido por um abraço da criança, que chorava compulsivamente, sem entender o que estaria acontecendo. Logo em seguida, o motorista teria olhado para o alto e visto a mãe da menina aos gritos ameaçando se jogar de seu apartamento. Ainda de acordo com a matéria, o morador teria colocado a menina em um local seguro dentro do prédio e em seguida teria acionado a polícia.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo