Dez pessoas morreram e outras 51 ficaram feridas em um grave acidente envolvendo um ônibus de Turismo e pelo menos outros seis veículos –cinco carros e uma moto–, na noite deste domingo (9), na rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro, no trecho entre as cidades de Campos do Jordão e Pindamonhangaba, no interior de São Paulo. As primeiras informações dão conta que uma falha mecânica no ônibus tenha provocado o acidente.

A ocorrência se deu por volta das 21h30, quando o Corpo de Bombeiros foi acionado para atender a um acidente próximo ao acesso a Santo Antônio do Pinhal, na altura do km 31,6, logo após um dos túneis.

A rodovia precisou ser totalmente interditada, sendo liberada apenas por volta das 6h desta segunda-feira (10).

Os corpos [VIDEO]das dez vítimas fatais –sendo oito adultos e duas crianças–, foram encaminhados ao Instituto Médico Legal de Taubaté. A única vítima reconhecida por parentes até a manhã desta segunda era Yango Mange. Ele tinha 25 anos e era um dos passageiros do ônibus que voltava para a cidade de Cubatão após excursão a Campos do Jordão.

Além de Yango, outras sete pessoas que estavam no ônibus também teriam morrido. Já outras duas vítimas, sendo um homem e sua filha, estavam em um dos carros que se envolveram na batida.

Os feridos em estado mais grave foram levados para a Santa Casa de Pindamonhangaba e para o Hospital Regional de Taubaté.

Outros casos foram atendidos no Pronto-Socorro de Campos do Jordão.

Testemunha fala que viu o ônibus desgovernado

Ainda não são conhecidas as causas do acidente, mas existem indícios de que ele tenha acontecido por conta de falha mecânica do ônibus que pertencente à empresa Brasil Santana, de Praia Grande.

Uma pessoa relatou que o veículo estava aparentemente desgovernado e atingiu cinco carros e uma moto. "O ônibus veio derrubando os dois carros atrás de mim”, disse o professor Alécio Marinho, que dirigia um dos carros atingidos. Ele conta ainda que tirou o carro para o meio da pista e capotou quatro vezes.

"O ônibus veio perdido, a toda velocidade, batendo em todos que estavam à frente", recorda.

Suelen Rodrigues era uma das passageiras que estava no ônibus e sobreviveu ao acidente. Ela havia ido na excursão a Campos do Jordão junto com familiares para comemorar o aniversário de 85 anos da avó.

A jovem relatou ao portal G1 que a viagem seguia tranquila e muitos passageiros dormiam. Em dado momento eles perceberam que o veículo ganhou velocidade e começaram a gritar para o motorista. "Do nada sentimos que ele estava em velocidade mais rápida", relatou. Suelen disse ainda que por conta do barranco, o motorista do ônibus chegou a jogar o veículo em cima de outros carros que subiam na contramão. Tendo sofrido apenas hematomas, ela está internada no pronto socorro de Campos do Jordão junto com outras sete pessoas.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Turismo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!