A morte de Anderson do Carmo continua sendo investigada pela Polícia. Após um dos filhos do pastor assumir ter matado o pai, novidades sobre o caso foram divulgas pela imprensa. Segundo o 'G1', outro filho de Anderson teria acusado Flordelis de ter envolvimento na morte do pai. De acordo com depoimento prestado pelo jovem nesta quinta-feira (20), a deputada ainda estaria colocando remédios na comida do marido, e outras três irmãs também teriam relação com o crime.

Publicidade
Publicidade

Possível reviravolta no caso

Anderson do Carmo faleceu na madrugada do último domingo (16) após ser alvejado por diversos disparos na garagem de sua residência. No começo das investigações a participação dos filhos do pastor no crime havia sido descartada até que Flávio dos Santos confessou à polícia ter sido o autor dos disparos a mando de um irmão.

Com o andamento das investigações novas testemunhas foram ouvidas, e um filho de Flordelis e Anderson prestou depoimento alegando que a mãe poderia ter participado do assassinato do pai.

Publicidade

O jovem que não teve a identidade revelada foi além ao afirmar que os problemas de saúde do pastor seriam provenientes de remédios que seriam colocados em sua comida pela deputada e outras três filhas, que segundo ele, também teriam parte no crime.

O rapaz ainda contou que uma das irmãs, que também não tiveram os nomes revelados, teria oferecido uma quantia de 10 mil reais para que Lucas dos Santos, outro filho do casal, matasse o pai.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Polícia

O jovem ainda contou à polícia que o pai teria lhe mostrado uma ameaça de morte que havia recebido em fevereiro deste ano.

Segundo o depoimento do jovem, e conforme informou o 'G1', Lucas não estaria em casa no momento do crime mas teria sido o responsável por comprar a arma utilizada para matar o pastor.

Procurada pelo 'G1', a deputada Flordelis informou por meio de sua assessoria de imprensa que não se pronunciaria sobre o caso.

A confissão de assassinato

Flávio dos Santos, que confessou ter matado o pai, também prestou depoimento à polícia nesta quinta-feira (20) e informou ter dado seis tiros em Anderson do Carmo, contrariando o laudo do IML que diz que o pastor teve trinta perfurações no corpo. O principal suspeito ainda citou o irmão Lucas e confirmou que o rapaz teria comprado a arma usada para tirar a vida do pai.

Ainda nesta quinta-feira (20), a prisão temporária de Flávio e Lucas acabou sendo decretada após a Justiça do Rio de Janeiro acatar o pedido da Polícia Civil.

Publicidade

A decisão da polícia pela apreensão dos irmãos teria sido tomada após uma acareação entre os dois. Os filhos de Flordelis seguem detidos sob acusação de homicídio qualificado.

A motivação para o assassinato de Anderson do Carmo ainda segue sendo investigada pela polícia.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo