Nesta quinta-feira (20), um dos filhos da deputada Flordelis prestou depoimento e disse que a mãe [VIDEO] e três tias podem estar envolvidas na morte do pastor Anderson do Carmo da Silva, ocorrida. Ele disse que uma de suas tias teria oferecido a Lucas dos Santos, que está preso, R$ 10 mil para cometer o crime.

Em seu depoimento, o rapaz, cuja identidade não foi revelada, disse que sua mãe e as três irmãs colocavam coisas na comida do pastor, o que teria ocasionado problemas de saúde nele, e que Anderson também havia mostrado uma ameaça de morte, feita em fevereiro.

Publicidade
Publicidade

O jovem também disse que viu Flávio, que está preso, ao lado do corpo ensanguentado do pastor e pegando seu telefone celular e dando para Flordelis. O aparelho está desaparecido. Ele também negou que tivesse havido confusão e moto em fuga no momento do crime.

Admitiu ter atirado no pastor

Também nesta quinta-feira (20), o filho da deputada estadual Flordelis e enteado do pastor, Flávio dos Santos, de 38 anos, admitiu ter cometido o crime [VIDEO].

Publicidade

Ele está preso desde a última segunda-feira (17), quando foi detido durante o enterro de Anderson. Em depoimento prestado à Polícia Civil, Flávio disse que atirou seis vezes contra o padrasto na madrugada do último domingo (16). No entanto, exames feitos no corpo da vítima apontaram 30 perfurações de balas [VIDEO].

Flávio também revelou que seu irmão mais novo – Lucas dos Santos, de 18 anos, e que também está preso -, teria ajudado a comprar a arma usada para praticar o homicídio.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

As motivações e as circunstâncias do crime seguem sendo apuradas pela Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo. Ainda não se sabem quem disparou os outros tiros.

Tanto Flávio quanto Lucas estavam detidos deste a última segunda-feira (17), por conta de outros mandatos expedidos contra eles, mas nesta quinta-feira (20), a Justiça aceitou o pedido feito pela Polícia Civil e decretou a prisão temporária por homicídio qualificado dos dois suspeitos.

Polícia descarta latrocínio

A hipótese de se tratar de latrocínio – roubo seguido de morte - foi descartada pelas autoridades. Outra hipótese que chegou a ser levantada, mas foi descartada, seria uma possível briga em família por conta de dinheiro. [VIDEO]

A principal linha de investigação agora é que Flávio tenha mandado Lucas cometer o crime para defender a honra da mãe após descobrir um caso extraconjugal do padrasto.

Publicidade

Arma usada no crime é encontrada na casa do pastor

Na quarta-feira (19), a polícia encontrou a arma usada no assassinato do pastor Anderson do Carmo, uma pistola 9mm, dentro de sua própria casa. Ela estava no quarto de Flávio, filho de Flordelis e enteado do pastor. Ela estava enrolada em um pano e escondida em cima de um armário. O pastor foi assassinado por volta das 4 da madrugada na garagem de sua casa.

Publicidade

Em entrevista dada no último domingo, a deputada Flordelis afirmou que nenhum morador da casa possuía arma de fogo.

Também na quarta-feira a deputada esteve na delegacia, mas foi impedida de ver o filho Flávio. Na saída ela foi questionada pela imprensa sobre a arma encontrada em sua casa e disse que não sabia que havia uma arma lá.

O pastor foi assassinado na madrugada do último domingo quando voltava com a esposa de uma confraternização.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo