A policial militar Alanna Patrícia da Cruz Barros, de 29 anos, está sendo investigada pela morte de seu marido, Thiago Valdiney Bezerra Dias, de 30 anos. Ela revelou em seu depoimento à Polícia que agiu em legitima defesa após reagir ás agressões feitas pelo próprio marido contra ela. Durante o processo Alanna irá responder em liberdade. O homem foi assassinado pela própria esposa neste último domingo, e o caso ocorreu na Grande Belém.

Ela será investigada por ter cometido o crime contra o marido. O homem foi baleado pela esposa, e alguns parentes da vítima chegaram a prestar os devidos socorros, e, inclusive, ele foi encaminhado para o hospital. No entanto, veio a falecer horas depois.

O caso ocorreu no último domingo (16), por volta de 4h30 da madrugada, na Rua José Araújo, no Distrito Industrial, em Ananindeua, na Grande Belém.

Após os disparos, Thiago Dias chegou até mesmo a ser socorrido por familiares. Ele foi encaminhado para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, porém, não conseguiu resistir aos ferimentos. Mesmo após ser socorrido pelos familiares e levado para o hospital os ferimentos causados pelos disparos foram muito extensos e fizeram com que o homem acabasse falecendo logo após chegar ao hospital.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Mulher

Ela se apresentou de forma espontânea

Após cometer o crime contra o seu marido, a policial militar Alanna Barros, lotada no 2º Batalhão da PM, apresentou-se de forma espontânea à Polícia. Ela se apresentou à Seccional da Cidade Nova após o crime, onde foi encaminhada para a Decrif. Logo após se apresentar à polícia, a policial militar foi encaminhada para a Divisão de Crimes Funcionais (Decrif) da Polícia Civil que agora irá investigar o caso.

No momento, o que se sabe a respeito do caso é apenas que a própria Polícia Militar está instaurando uma investigação a respeito do mesmo ,e que o depoimento da policial militar já havia sido coletado pela polícia para o desenrolar da investigação.

A arma que a policial utilizou para cometer os disparos contra o marido agora será levada pela perícia, afim de passar por uma análise. A arma foi apreendida pelos policiais e está em pose da polícia neste momento para que as analises sejam feitas.

Recentemente, a Corregedoria-Geral da Polícia Militar informou que irá instaurar um procedimento administrativo a respeito do crime para que os fatos sejam apurados e analisados a respeito das motivações do crime.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo