Uma câmera de segurança instalada próxima ao local onde o ator Rafael Miguel e seus pais foram assassinados flagrou parcialmente o momento do crime. No canto esquerdo das imagens é possível ver uma das vítimas caindo no chão após ser baleada na tarde do último domingo (9), na zona sul de São Paulo. Não é possível identificar qual das três vítimas que aparece no vídeo.

O triplo assassinato aconteceu pouco antes das 14h, na Estrada do Alvarenga, no bairro da Pedreira.

Paulo Cupertino Matias, pai de Isabela Tibcheran, de 18 anos, namorada de Rafael, é o principal suspeito de ter matado a família.

Nas imagens divulgadas nesta terça-feira (11) pelo programa "Cidade Alerta", da Record TV, dá para ver o carro da família de Rafael chegando na casa de Isabela. Pouco depois, uma das vítimas aparece caindo e rolando pelo chão ao lado do Renault Kwid vermelho.

A mesma câmera de segurança registrou uma intensa movimentação de vizinhos que tentaram socorrer as vítimas ou ajudar de alguma outra maneira.

O vídeo também mostra a chegada da primeira viatura da Polícia Militar ao local, cerca de cinco minutos após o ato criminoso. Todo o conteúdo de vídeo já está em posse da Polícia Civil. Ele deverá passar por uma analise técnica para ajudar no esclarecimento do caso.

Entenda o caso

Na tarde de domingo, Rafael Miguel, de 22 anos, foi até a casa da família da sua namorada junto com os seus pais, João Alcisio Miguel, de 52, e Miriam Selma Miguel, de 50.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Curiosidades

Ao chegarem, segundo a polícia, eles foram surpreendidos com a aproximação repentina de Paulo Cupertino portando uma arma. O pai da jovem teria então atirado nos três e fugido.

De acordo com informações passadas por Isabela, o pai tinha ciúmes do relacionamento dela com o jovem ator e nunca aprovou a envolvimento da filha com o rapaz. O advogado da adolescente relatou para a imprensa que Paulo é um homem possessivo e violento, chegando inclusive a proibi-la de sair de casa e manter contato com outras pessoas.

Isabela nega violência sexual do pai

Após a grande repercussão na mídia deste crime, começaram a surgir alguns rumores nas redes sociais de que Isabela haveria sido vítima de violência sexual na infância, supostamente praticada pelo pai. Nesta terça ela deu uma entrevista ao jornalista Reinaldo Gottino, do "Balanço Geral", da Record TV, e negou que tenha sido abusada ao longo da vida.

Por telefone, Isabela disse que sofreu muitos abusos psicológicos e agressões físicas do pai, mas não sexual.

Durante a entrevista Isabela estava chorando muito e o jornalista tentou perguntar da maneira mais delicada possível para esclarecer e pôr fim aos boatos que estavam sendo divulgados nas redes sociais.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo