O cabeleireiro Jurandir Junior, da cidade de Sertãozinho, no interior de São Paulo, consagrou-se vencedor do Miss Brasil Gay Universo 2019. Na ocasião que marcou a sua vitória, Jurandir optou por homenagear Nossa Senhora Aparecida.

Uma vez transformado em sua personagem, Jurandir adota o nome de Lorelai Mullers. De acordo com o cabeleireiro, a ideia de prestar a homenagem à santa surgiu durante a escolha do look, que deveria prestar uma homenagem ao seu estado e cidade de origem. Assim, Nossa Senhora Aparecida foi escolhida por ser a padroeira de Sertãozinho.

Além disso, a imagem da santa teria sido achada em um rio localizado no estado de São Paulo.

A polêmica fantasia de Jurandir foi confeccionada por ele mesmo, com a ajuda de seu namorado e também de suas sobrinhas. A respeito de sua escolha, o cabeleireiro contou que é devoto da santa e ainda afirmou que não sentiu qualquer tipo de medo das represálias que a homenagem poderia render.

Jurandir destaca que alguns amigos expressaram preocupação acerca da sua escolha. Entretanto, ele afirmou a esses amigos que não se sentia amedrontado, visto que o seu objetivo não era denegrir a imagem de Nossa Senhora Aparecida de qualquer forma.

Apesar de devoto da santa, Jurandir afirma que não tem o hábito de frequentar igrejas, mas que conserva a sua fé. Ele também afirmou que frequentemente recorre a Nossa Senhora em seus momentos de dificuldade, bem como para pedir forças para continuar perseguindo os seus sonhos.

Nesse sentido, o cabeleireiro de 21 anos declarou que ao longo de 2019 rezou todos os dias para Nossa Senhora Aparecida pedindo ajuda à padroeira de Sertãozinho.

R$ 8 mil em traje, cabelo e maquiagem

A entrega da faixa de Miss Brasil Gay Universo foi feita na cidade de São Paulo, ainda no final do mês de julho. O evento em questão não contou somente com o concurso, mas antes trouxe também palestras e algumas oficinas diretamente ligadas às pautas LGBT.

De acordo com Jurandir, para assegurar o seu lugar na final do concurso, ele se preparou durante meses e contou com a ajuda de familiares e amigos.

Nesse sentido, o cabeleireiro declara que o sonho não foi somente dele, mas antes de uma equipe, que participou de todo o processo.

Após vencer, Jurandir também contou que foram feitas cestas e rifas, bem como diversos pedidos de ajuda, para arrecadar todo o dinheiro necessário para a sua trajetória. O vencedor do Miss Brasil Gay Universo ainda destacou que a sua família foi a sua base e que não teria conseguido sem a participação dela.

A respeito dos gastos para participar do concurso, Jurandir apontou que, fora os deslocamentos necessários e a hospedagem em São Paulo, foram gastos cerca de R$ 8 mil com traje, cabelo e maquiagem.

Antes de chegar à disputa final, Jurandir precisou vencer a etapa estadual do Miss Brasil Gay, ainda durante o mês de fevereiro. Na ocasião, o cabeleireiro realizou um investimento de cerca de R$ 5 mil para garantir que chegaria à etapa nacional.

Siga a página Opinião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!