Erika Kuasne, de 36 anos, perdeu o filho Mateus, de 9, no último dia 13. O carro em que a criança estava com o pai, Marco Antonio Alves, 45, bateu de frente com uma carreta na rodovia PR-445, em Londrina (PR). Segundo Erika, o ex-marido provocou o acidente para se vingar dela.

Em entrevista ao site Universa, do UOL, ela afirmou que o pai do garoto era muito agressivo, mas que jamais imaginaria que ele faria algo desse tipo.

Erika contou do dia em que o filho disse que estava com medo do pai pelo modo com que ele falava com ela: "ele pediu que eu cuidasse dele e que ele também cuidaria de mim".

Segundo ela, Marco Antonio queria causar uma grande perda na vida da ex, como uma forma de se vingar dela em razão de não estarem mais juntos.

De acordo com relatos da mãe, os vizinhos disseram que Marco Antonio obrigou o garoto a entrar no carro.

Apos conseguir isso, começou a enviar várias mensagens para ela dizendo que ela iria sofrer para o resto da vida, pois tiraria um pedaço dela. O ex também teria forçado o menino a gravar as últimas palavras para a mãe: "adeus mamãe". Segundo Erika, nesse momento ela percebeu que a coisa era mais séria do que imaginava.

Morte trágica

Quando ela estava na delegacia, chegou a notícia de um acidente envolvendo um homem e uma criança.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Relacionamento

No entanto, ela só recebeu os detalhes quando constataram que era mesmo o seu ex que estava envolvido no acidente com o filho dela.

Na sua concepção, um dos motivos que fez Marco Antonio agir assim foi uma discussão que eles tiveram dois dias antes. Ela afirmou que aquela seria a última conversa que ela teria com ele e que o ex a agrediu.

Reconstrução da vida

Após essa tragédia, Erika Kuasne falou que precisa aos poucos reconstruir sua vida.

Conforme suas declarações, é difícil ficar em casa, pois em todos os cantos encontra lembranças de seu filho e a dor é insuportável.

Com seus filhos mais velhos, de 14 e 18 anos, ela tenta ganhar forças, porém, diz que eles sentem muito a falta do caçula. Ela revelou que Mateus se dava bem com todos, era um anjo e tinha muitos amigos na escola.

Em uma lembrança triste, ela falou que Marco Antonio já havia sido preso por agressão contra ela após tentar asfixiá-la no sofá.

Na época, os vizinhos a ajudaram. Ele chegou a dizer para ela que como não podia matá-la, acabaria com a vida do Mateus, que tinha dois anos de idade nesse tempo.

Contudo, embora diante de todas essas circunstâncias, ela disse que o menino gostava do pai e quando demorava para vê-lo ficava doente. Marco Antonio teria se aproveitado desse amor do menino para sempre interferir na vida dela.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo