Para se vingar de uma suposta traição, um rapaz de 21 anos é suspeito de ter matado o próprio filho [VIDEO] de dois anos afogado em uma bacia. O crime brutal ocorreu na última quarta-feira (18), em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Policiais que atenderam a ocorrência disseram que o suspeito "relatou com frieza" a maneira como matou a criança.

De acordo com informações passadas pela Polícia, Evaldo Christyan Dias Zenteno disse que foi traído pela mãe de seu filho e queria fazê-la sofrer. Ele teria ligado para um amigo para relatar a infidelidade da jovem, também de 21 anos, e como se vigar dela.

O amigo então teria lhe aconselhado a matar a criança.

Na conversa, segundo consta no boletim de ocorrência, Evaldo disse que não tinha coragem de fazer isso com o filho e o amigo respondeu que ele e outra pessoa cuidariam disso. No entanto, ao voltar para casa, o jovem teria pegado o filho e o afogado em uma bacia.

Preso no pronto-atendimento

De carro, Evaldo foi até a Santa Casa de Campo Grande com o filho, onde explicou que a criança tinha sido vítima de um sequestro enquanto estava em uma loja de conveniência e, como ele não tinha dinheiro para o resgate, os supostos sequestradores jogaram o menino no rio, na avenida Ernesto Geisel, e essa era a causa do afogamento.

A mesma versão também foi passada aos policiais em um primeiro momento.

O relato, no entanto, causou desconfiança dos médicos [VIDEO], que avisaram a polícia, que foi até o local. Após contar a versão do sequestro para os policiais o rapaz acabou entrando em contradição e disse que havia sido traído e que para se vingar da mulher decidiu matar o filho junto com um amigo. A polícia então passou a fazer buscas atrás dos suspeitos.

Depois que as roupas e o par de sapatos que o menino usava na hora do crime, bem como a bacia e uma toalha usada para secá-lo, foram recolhidos pela polícia, o jovem mais uma vez mudou sua versão e disse que afogou o menino em sua casa, depois saiu para procurar atendimento no hospital. Ele então recebeu voz de prisão em flagrante por homicídio.

A criança morreu cerca de uma hora depois de ter dado entrada no pronto-atendimento.

Na manhã desta sexta-feira (20), o rapaz passou por audiência de custódia e posteriormente teve sua prisão preventiva decretada.

Pai de Evaldo está preso por estupro

O pai de Evaldo está preso desde 2017 após ter sido flagrado por policiais estuprando duas crianças, uma de seis e outra de nove anos de idade, no município de Aquidauana. De acordo com as autoridades, o homem de 53 anos atraía as vítimas com doces.

Na ocasião em que foi pego, após os policiais receberem uma denúncia, o homem estava seminu e em sua casa foram apreendidos preservativos, calcinhas e DVDs.

Não perca a nossa página no Facebook!