Na manhã desta terça-feira (15), um prédio de sete andares desabou no bairro Dionísio Torres, em Fortaleza. Após o incidente, Romário, tenente e porta-voz do Corpo de Bombeiros, informou que duas unidades moveis do Corpo de Bombeiros se deslocou para o local. Além disso, ambulâncias da SAMU- Serviço de Atendimento Móvel de Urgência- também se deslocaram até o local.

Para à GloboNews, Romário disse que sete vítimas já foram resgatadas com vida.

Já se sabe também que um homem foi encontrado já sem vida. Contudo, ainda não se sabe ao certo quantas pessoas ainda seguem desaparecidas. Com o Corpo de Bombeiros está uma lista de nove pessoas que ainda não conseguiram comunicação com amigos e parentes, porém, ainda não se sabe se estavam no local no momento do desabamento.

Após o acontecimento, aumentou a preocupação de que prédios próximos também desabassem, porém, os oficiais descartaram essa hipótese.

O comandante desta operação é o coronel Cleyton Bezerra, que informou que a Defesa Civil já está realizando o isolamento em volta do local. “Estamos esvaziando o entorno”, declarou ele, que completou dizendo ser tudo mais por uma questão de segurança.

Clayton ainda explica que a situação é difícil, já que o restante do prédio ainda pode desabar e o que piora ainda mais é o fato de haver bolsões que inspiram cuidados no local.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

“É uma operação lenta”, disse ele, que completou dizendo que a operação pode demorar todo o dia de hoje, terça-feira (15). Como não foi detectado vazamento de gás, o comandante diz que não há riscos de incêndios ou explosões.

Higor Veras, um publicitário que trabalha próximo ao Edifício Andrea, contou para o site Abril, que o momento “foi horrível”, e disse ter pensado que o prédio de seu trabalho que estava desabando, já que segundo ele, os móveis tremeram muito.

“Durou uns dez segundos”, contou

Governador se pronuncia

Depois do acontecimento trágico, Camilo Santana (PT), governador do Ceará, se pronunciou nas redes sociais, e disse ter determinado todo o auxílio da Samu, do Corpo de Bombeiros, da Defesa Civil e de todos outros órgãos estaduais para ajudar no socorro das vítimas.

Ainda no texto, Camilo disse que estava chegando em Brasília quando recebeu a lamentável notícia.

Desta forma, o governador disse ter decidido cancelar toda sua agenda de shows, para assim, retornar à Fortaleza para acompanhar o resgate de perto. “Façamos uma corrente de oração”, pede ele.

Roberto Cláudio, prefeito do município, também se pronunciou manifestando apoio aos familiares das vítimas. Além disso, o político também esclarece que a sociedade terá uma resposta clara diante do acontecimento.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo