Josinaldo Lucas Freitas, mais conhecido como Djaca, preso nesta quinta-feira (3), suspeito de ter jogado as armas usadas no assassinato de Marielle Frando e de seu motorista, Anderson Gomes, no mar, gostava bastante de postar fotos em suas redes sociais, muitas delas ao lado de políticos. Entre as imagens, o suspeito, que é professor de artes marciais, aparece ao lado do atual presidente da República, Jair Bolsonaro.

O site da revista Veja teve acesso em julho às imagens publicadas pelo suspeito.

A publicação afirma ter chegado a questionar na época o suspeito e seu advogado, Flávio Beiolchini, sobre as condições em que tais imagens foram tiradas. Contudo, eles optaram por não responder tal questionamento, e como a investigação contra Djaca ainda estava em curso, à revista optou por não divulgar tais imagens.

Após a prisão do suspeito, uma equipe de reportagens da revista tentou entrar em contato com o advogado do professor. Contudo, não foi possível ouvir o advogado até o momento desta publicação.

De acordo com a apuração do inquérito realizado pela Delegacia de Homicídios, é possível saber que o caso não cita nenhuma ligação entre o presidente Jair Bolsonaro e o suspeito.

Na imagem, Djaca posa ao lado de Jair Bolsonaro, ambos fazendo o sinal de positivo com os dedos. Nesta mesma fotografia, em um outro corte, é possível ver uma data, 28 de outubro de 2018, dia em que aconteceu o segundo turno da eleição presidencial.

Contudo, não é possível determinar com certeza que a imagem tenha sido tirada neste dia. Isso porque a fotografia pode apenas ter sido postada nesta data, para, assim, comemorar a vitória de Bolsonaro na eleição. Nesta mesmo imagem, chamou a atenção também a curtida de Marcio Mantovano, também suspeito e preso no caso Marielle Franco.

Mas essa não é a única fotografia do suspeito ao lado do atual presidente.

Em 2017, o lutador também já havia postado uma imagem com Jair Bolsonaro. Desta vez, em um torneio de luta, Bolsonaro e Djaca posam ao lado de um veterinário, que de acordo com a legenda é amigo do suspeito.

Outros políticos também aparecem em foto com Djaca

Além da imagem ao lado de Bolsonaro, o suspeito também já postou em suas redes sociais imagens ao lado de outros políticos, como Marcello Siciliano, que também chegou a ser um dos suspeitos investigados no caso da deputada Marielle. Em outra imagem, tirada na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, o lutador aparece ao lado de algumas pessoas, mas o que chama mais a atenção é o vereador Carlos Bolsonaro, filho do atual presidente.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!