Foram identificadas as três vítimas fatais da queda de um avião de pequeno porte, ocorrida na manhã desta segunda-feira (21), no bairro Caiçara, em Belo Horizonte. [VIDEO] O aparelho, prefixo PR-ETJ é da marca Cirrus, tinha acabado de decolar do aeroporto de Carlos Prates e caiu há pouco mais de um quilômetro da cabeceira da pista.

Duas vítimas que estavam no solo foram identificadas durante a tarde.

Pedro Antônio Barbosa e Paulo Jorge de Almeida eram vizinhos e estavam em um dos três carros que foram atingidos e pegaram fogo. Paulo estava fora do veículo na hora que o avião caiu.

A terceira vítima fatal é Hugo Fonseca da Silva, de 38 anos, que era um dos passageiros da aeronave.

Três feridos em estado grave

O piloto e outros dois ocupantes do avião tiveram queimaduras e foram levados para o Hospital João XXII, em Belo Horizonte.

Alan Duarte de Jesus Silva, de 29 anos, que pilotava o avião, teve 100% do corpo queimado. De acordo com seus familiares, ele é piloto há dez anos e estava prestando serviço para um empresário.

O dono da aeronave é Srrael Campras dos Santos, de 33 anos. Ele também estava a bordo e teve 32% do corpo queimado. O terceiro ocupante do avião internado é Thiago Funghi Torres, de 32 anos e que teve queimaduras em 55% do corpo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Mulher tem carro atingido, mas escapa

A manicure Luciana Mota é proprietária de um dos três carros que pegaram fogo logo após a queda do avião, na rua Minerva. Ela estava dentro do veículo na hora da explosão e viu tudo acontecer a poucos metros de onde estava.

"Escutei o barulho de uma batida bem fraquinha (...) Aí, ele explodiu na minha frente", contou a manicure, que após ficar alguns instantes sem reação, conseguiu sair de seu veículo antes que ele fosse tomado pelas chamas. "Veio aquela explosão para cima do meu carro. Eu não tinha nem o que fazer", relembrou Luciana, que conseguiu sair do carro pela porta do passageiro.

Piloto pode ter tentado voltar

Uma câmara gravou desde o momento que a aeronave deixa o aeroporto, começa a perder altitude e retorna na direção de onde veio, mas cai no meio do trajeto.

Ao analisar essas imagens, Sérgio Luís Mourão, especialista em segurança de voo pelo ITA, acredita que a intenção do piloto era mesmo retornar ao aeroporto e que isso não foi possível devido à baixa altitude e a falta de velocidade.

"Isso tudo prejudica bastante alguma manobra de retorno", disse.

Marcus Vinícius Lage, que mora perto do local onde houve o acidente, disse que viu o piloto alinhando o aparelho na rua e assim evitar que atingisse os imóveis. Para ele, o piloto tinha ciência da queda do avião e agiu com perícia para não atingir as casas. Ele lembrou ainda que o barulho das explosões foi bem forte.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo