Como uma boa alternativa para evitar o consumo de carne, o ovo tem sido uma as opções mais usadas pelos consumidores atualmente. Como, por exemplo, na casa da professora Célia Martins do Nascimento, que em entrevista ao "Jornal Nacional", da TV Globo, revelou sempre ter ovos em sua geladeira que estão prontos para serem levados para a frigideira a qualquer momento.

A professora alega que consumir ovos é bem mais econômico para ela, visto que o preço da carne tem aumentado muito nos últimos tempos, e que, por isso, ela achou uma opção para driblar esse gasto no consumo dos ovos, que saem mais em conta.

Já a cuidadora de idosos, Lídia Fátima Prestes, conta também ao "Jornal Nacional" que costuma comprar uma dúzia e meia de ovos todas as semanas. Ao ser perguntada da quantidade de ovos consumidos por semana, ela alega que tanto ela como o marido consomem muitos ovos, já que têm o costume de comer no café da manhã, no almoço e até mesmo durante a tarde.

Com alta no preço da carne, consumo de ovo é opção

Com isso, o ovo tem ganhado cada vez mais espaço nos pratos dos brasileiros. Inclusive, devido a isso, o Brasil agora deve alcançar pela primeira vez na história a média mundial de consumo de ovos.

Agora, ao final de 2019, foi apurado que quando o ano terminar, em média, cada brasileiro deverá ter consumido 230 ovos. Este número é quase o dobro do que os brasileiros consumiam há dez anos.

Um grande aumento, em resposta aos valores das carnes, que tem perdido espaço para os ovos nos últimos anos. Esta mudança é um grande reflexo do que os ovos têm a oferecer aos brasileiros, em questão do custo benefício que é garantido.

Essa mudança na alimentação dos brasileiros tem acontecido devido ao preço que os ovos são ofertados.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Tendências

Comparado a outras proteínas animais, como carnes e frangos, esta é a opção mais barata para o consumo do brasileiro.

Com isso, há um grande reflexo na cadeia de produção. Agora, com este alto consumo de ovos, as granjas têm investido cada vez mais em tecnologias para a produção.

No Brasil, a produção de ovos deste ano deverá chegar ao número de nove bilhões de unidades. São chocados 93 mil ovos por segundos no país. E isso é claro que tem incentivado cada vez mais os brasileiros a colocarem esta proteína em suas refeições, pelo baixo custo que oferece e pelo benefício que é para o cotidiano do consumidor.

Com o aumento das produções, as fábricas de embalagens também precisam acabar aumentando sua produção e precisam investir mais para produzir cada vez mais embalagens.

Edson Roberto Donzeli, gerente-geral da empresa de embalagens, explicou ao G1 que eles têm investido mais para poder expandir a empresa na região Nordeste do país, devido a esse aumento no consumo de ovos para que consigam acompanhar com as embalagens necessárias para que os ovos cheguem até os consumidores da melhor forma.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo