Funcionários de uma loja de eletrônicos no Recife gravaram um vídeo que viralizou na internet e emocionou muita gente. Um menino carente, que não tinha internet nem computador em casa, pediu para fazer uma pesquisa para um trabalho de Escola em um dos tablets da loja.

O vídeo do menino já tem mais de 124 mil visualizações e 15 mil comentários. Na legenda do vídeo, o funcionário que gravou o menino fazendo o dever de casa escreveu que ele chegou com vergonha na loja, pediu permissão para fazer uma pesquisa em um dos tablets que estavam expostos para um trabalho de geografia da escola, pois não tinha internet nem computador em casa.

O funcionário ainda disse que o menino é um exemplo de uma pessoa que quer ser alguém importante quando crescer.

Segundo informações da revista Crescer, da Editora Globo, o garoto tem apenas 10 anos e se chama Guilherme. A família do menino está recebendo ajuda financeira, depois de o vídeo viralizar.

A Associação Razões Para Acreditar procurou Guilherme e descobriu que a mãe do menino tem dois empregos e alterna entre eles para conseguir sustentar os filhos e a casa.

A história de Guilherme viralizou, e a empresa resolveu fazer uma doação de um tablet para o estudante, para que ele possa fazer seus trabalhos de escola.

Gustavo Duque, que é responsável pela loja de eletrônicos no Recife onde Guilherme fez seu trabalho de escola, disse que o menino não vai apenas ganhar o aparelho, mas também um seguro contra acidentes.

Doação de celular no Canadá

Há alguns anos, no Canadá, a empresa coreana atendeu ao pedido de um homem de 26 anos, ele enviou uma mensagem à empresa pela rede social Facebook.

Shane Bennett pediu para ganhar um telefone celular. Ele disse na mensagem que sempre usou produtos da marca e que estava tão animado de ganhar um telefone gratuito que desenhou um dragão de presente para eles.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Educação Escola

Na época, a história do pedido do homem a empresa viralizou no Canadá. A história ganhou ainda mais repercussão depois que a empresa se pronunciou.

Em nota, a empresa disse que sentia muito por não poder atender a todos os pedidos de doação de produtos da marca, mas que o desenho que Shane Bennett fez de um dragãozinho empolgou tanto a eles, que resolveram fazer o desenho de um canguru andando de monociclo.

A empresa cumpriu o prometido e fez ainda melhor, mandaram o aparelho para a casa de Shane no Canadá, com uma carta.

O homem recebeu um celular personalizado com o desenho que ele fez de um dragão. A carta que foi junto com o aparelho dizia que o presente era uma maneira de agradecer a mídia positiva que eles atingiram graças a Shane.

Ainda dizia que aquele era o único aparelho personalizado no Canadá, naquela época.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo