O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), teve de ser levado para a UTI com um sangramento no fígado nessa quarta-feira (11). Ele já estava internado no Hospital Sírio Libanês desde o domingo (8), para começar a fazer seu quarto ciclo de quimioterapia contra um câncer na região do estômago.

Segundo boletim do hospital em que Bruno Covas está internado, o sangramento no fígado do prefeito aconteceu quando ele estava fazendo um procedimento que serve para demarcar a lesão tumoral. O sangramento no fígado de Bruno Covas foi controlado depois de os médicos fazerem uma embolização e uma arteriografia no foco do sangramento.

O prefeito foi levado para a UTI para ficar sob monitoramento dos médicos.

Os médicos que realizaram a intervenção foram Francisco César, André Moreira, Airton Mota e Públio Cesar.

Descoberta do câncer

Bruno Covas foi ao hospital para tratar uma infecção de pele, conhecida como erisipela. A infecção costuma provocar vermelhidão e dores na pele, bolhas, manchas roxas. A causa mais comum da infecção é a bactéria Streptcoccus pyogenes. Mas o que era para ser uma visita rápida ao médico se tornou um pesadelo na vida do prefeito.

Depois de exames, os médicos descobriram uma trombose na perna de Bruno Covas e a partir dela, descobriu-se o câncer de estômago.

O tumor está localizado na junção entre o estômago e o esôfago. Além do tumor, o prefeito tem lesões no fígado e no gânglios linfáticos.

Isso porque o tumor passou por um processo chamado metástase, que é quando células do tumor se espalham para outros locais do corpo.

O tumor que atingiu o prefeito é comum em pessoas acima de 50 anos, e bastante raro em pessoas jovens como o prefeito.

Sinais e sintomas do câncer de estômago

O câncer de estômago não dá sintomas claros e específicos, mas alguns sinais podem ligar o alerta para a doença, como a perda de peso inexplicável, falta de apetite, fadiga, sensação de sempre estar com o estômago cheio, enjoo e vômitos, além de desconforto no abdômen.

No exame físico feito pelo médico, a pessoa que tem um tumor no estômago pode sentir dor. Não é comum que se tenha sangue no vômito, mas acontece em cerca de 10% a 15% dos casos. Outro sintoma é o sangue nas fezes ou fezes com cheiro muito forte, que pode significar sangue que foi digerido.

No seu estágio avançado, o câncer no estômago pode apresentar uma massa palpável acima do estômago, aumento no volume do fígado e a presença de nódulos ao redor do umbigo, além de ínguas na parte inferior do pescoço do lado esquerdo.

A confirmação da doença vem com um exame de endoscopia digestiva alta, também é normal se fazer uma biópsia da massa encontrada para definir se realmente se trata de um tumor maligno.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!