Na última terça-feira (10), um mecânico de 43 anos foi preso após se vestir de mulher para poder realizar uma prova prática do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) no lugar de sua mãe.

O homem apareceu no local vestido como uma Mulher, e acabou sendo desmascarado. O caso aconteceu no distrito de Nova Mutum Paraná, que fica a 106 quilômetros de Porto Velho.

O crime está sendo considerado como falsidade ideológica. O homem, que foi identificado como sendo Heitor Márcio Schiave, chegou ao local onde faria a prova usando uma saia longa e maquiagem.

Ele foi preso logo em seguida, trajando as roupas femininas como parte do plano para se passar pela sua mãe, que deveria fazer a prova.

O portal G1 tentou entrar em contato com Heitor, ligando na autoelétrica que ele trabalha na cidade, mas não teve as suas ligações atendidas no local.

Além disso, a reportagem do site também buscou entrar em contato com a defesa do homem acusado de estelionato e falsidade ideológica, para saber mais a respeito do caso, mas até o momento os responsáveis por defenderem Heitor ainda não entraram em contato para poder dar uma declaração a respeito do caso.

Situação constrangedora

A situação toda foi descoberta, segundo foi relatado pela Polícia Militar, por conta da desconfiança de uma servidora que fazia parte da comissão examinadora do Detran.

Ela ficou desconfiada do homem, pois o documento que foi apresentado por ele no momento em que iria realizar a prova em questão, e a foto não se parecia com a pessoa que estava no local para poder prestar o exame.

Ela então suspeitou de que o homem estava tentando enganar os avaliadores da prova para poder prestar o exame em nome e sua mãe, a quem pertenciam os documentos.

No momento em que a armação foi descoberta, o mecânico já estava até mesmo dentro do carro para poder fazer a prova de baliza.

Outro servidor do local foi o responsável por acionar a Polícia Militar até o local para que fosse resolvido o caso, e o suspeito de falsidade ideológica fosse abordado da forma adequada.

Ao chegarem ao local, os PMs perceberam que o homem estava tentando de passar pela sua mãe para poder fazer a prova, e deram voz de prisão a ele.

O suspeito conta que sua mãe estava no distrito de Triunfo em Candeias do Jamari (RO), e que não tinha nenhum conhecimento a respeito da tentativa do homem de se fazer passar por ela para poder fazer a prova.

Logo depois da abordagem dos PMs, o homem foi encaminhado para a Central de Polícia em Porto Velho. A polícia confirmou o flagrante de Heitor que ficou preso no local acusado de estelionato e falsidade ideológica.

O homem agora precisará passar por uma audiência de custódia, a ser realizada nesta quarta-feira (11).

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Mulher
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!