Na última segunda-feira (23), a ex-BBB Paula von Sperling, campeã do "BBB 19", surpreendeu os seus seguidores ao revelar que gastou todo o prêmio que ganhou no início deste ano ao ser campeã da edição.

Paula tocou no assunto quando estava respondendo a pergunta de alguns de seus fãs por meio do Instagram e foi questionada sobre a premiação pelos seus seguidores, ao que respondeu que esperava que os sites de fofoca não estivessem vendo aquilo, pois já havia gastado o dinheiro. A influenciadora finalizou com o questionamento "dinheiro é pra que?", aos risos.

Recentemente, a ex-BBB relembrou alguns momentos do programa, além de falar sobre as mudanças que a vitória provocou na sua vida. Em entrevista ao Gshow, a vencedora revelou que ser a vencedora do BBB mudou a sua vida sem dúvida alguma, e que a situação financeira de sua família mudou.

Na ocasião, Paula revelou que o programa modificou até mesmo a forma com que ela se enxerga, e que após a sua passagem no programa da Rede Globo, se sente muito mais capaz e confiante de ir além do que imaginava.

Polêmicas

Logo no início da temporada, a mineira se envolveu em algumas polêmicas, e ainda mais após a sua saída. Ao contrário de outros vencedores e participantes, a loira não aumentou o seu prêmio de R$ 1,5 milhão com presenças VIP em eventos, festas e até mesmo com publicidades nas redes sociais.

Acusada de racismo ao longo do programa, a loira revelou que não é chamada para este tipo de campanha em agosto deste ano, revelando que "as marcas têm medo" da influenciadora no Twitter.

Paula recebeu críticas e elogios quando expôs a questão, sendo que algumas de suas seguidoras inclusive chegaram a mencionar que se ela expusesse quais eram as tais marcas, o "fandom" da loira boicotaria.

Acusação de racismo

Após sair do programa, Paula foi indiciada pela Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância), por intolerância religiosa e por preconceito contra Rodrigo França, com quem esteve confinada durante o programa televisivo.

A grande polêmica se formou entorno de uma conversa com Hariany Almeida durante o programa, em que a loira revelou ter "medo" do participante, por ele falar de orixás pertencentes a Umbanda, religião de matriz-africana.

Logo após proferir a frase, a amiga Hariany tentou alertar que as pessoas de fora poderiam achar que Paula era preconceituosa, ao que a mineira disse que não era, e que o Deus dela era maior.

Em fevereiro, o Decradi abriu inquérito, e alguns dias depois a Rede Globo anunciou que a questão estava sendo analisada, entretanto, não houveram maiores sanções relacionadas ao caso.

Porém, na mesma entrevista ao Gshow, Paula revelou que não se arrepende de nada do que fez no programa, pois, na sua visão, deu o seu melhor.

Entretanto, revela que se arrepende de algumas coisas que disse ao longo do programa.

Não perca a nossa página no Facebook!