Dois irmãos, um de 14 e outro de dois anos de idade, morreram eletrocutados [VIDEO] nesta segunda-feira (13), enquanto soltavam pipa na comunidade da Cerâmica, no bairro Porto do Rosa, em São Gonçalo (RJ).

De acordo com informações passadas pelos familiares, as crianças estavam em um campinho de futebol, perto de onde moram, quando a pipa que soltavam enroscou em um fio elétrico, que se soltou do poste e atingiu Kaio Gonçalves de Souza Ribeiro, de dois anos. O irmão mais velho, Kauã Gonçalves Bittencourt, de 14, foi tentar ajudá-lo, mas também recebeu uma descarga elétrica. Eles morreram no local, antes da chegada do socorro, e os outros três irmãos presenciaram o ocorrido, mas não se feriram.

Na manhã desta terça-feira (15), os corpos dos meninos estavam no Instituto Médico Legal e a mãe deles, em estado de choque, não conseguiu fazer o reconhecimento. O sepultamento dos irmãos estava previsto para ocorrer no final da tarde desta terça.

Fio estava solto, dizem moradores

Moradores da região disseram que o fio em que a pipa que os meninos soltavam enroscou estava solto e que há havia sido pedido para a concessionária que administra o fornecimento de energia elétrica sua reparação.

Em nota a Enel Distribuição, responsável pela distribuição de energia elétrica na região, lamentou profundamente o acidente que vitimou as crianças e afirmou que enquanto apura as circunstâncias do acidente oferecerá apoio aos familiares das crianças.

Uma representante da empresa já teria ido até o IML oferecer suporte para a família.

Sobre o que teria causado o acidente, a empresa disse que relatos dos populares registrados no Boletim de Ocorrência apontam que o cabo foi rompido por conta da linha do pipa.

A empresa disse ainda que tão logo tomou conhecimento do acidente enviou uma equipe de técnicos, mas os mesmos foram impedidos de entrarem na região e que o fornecimento de eletricidade foi reestabelecido nesta terça, pela manhã.

Outras vítimas que morreram eletrocutadas

Acidentes com fios de alta tensão têm causado vítimas nas últimas semanas, principalmente em épocas de chuva.

Na madrugada da última quinta-feira (9), um morador de rua morreu eletrocutado na capital paulista ao tentar se proteger de um temporal. Ele completaria 22 anos naquele dia.

Caíque, como era conhecido, tentava se proteger da chuva em um ponto de ônibus da avenida Rio Branco, no centro da cidade, quando, ao subir na grade, escorregou e encostou em um poste de iluminação, recebendo uma descarga elétrica e morrendo no local.

Na manhã do dia 5, o gari Mário Galdino Pereira, de 52 anos, foi encontrado sem vida preso à fiação elétrica na rua Domingues Rodrigues, na região da Lapa, zona oeste da capital paulista. De acordo com testemunhas, a vítima teria subido em uma mangueira para pegar os frutos, mas foi eletrocutado ao encostar na fiação.

Já no primeiro dia do ano, na cidade de Guaíba, no Rio Grade do Sul, Alveni dos Santos Padilha, de 63 anos, morreu ao tentar salvar alguns cachorros que estavam próximos de um fio caído.

Ela teria usado um cano do PVC para afastar o fio, mas encostou na fiação que estava em uma poça d’água. Um dos cachorros também morreu.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!