Morreu na manhã desta segunda-feira (6) [VIDEO] o morador de rua Carlos Roberto Vieira da Silva. Ele tinha 39 anos e estava internado em estado grave na UTI do Hospital Municipal do Tatuapé desde a madrugada de domingo (5), quando teve o corpo incendiado enquanto dormia em uma rua do bairro da Mooca, na zona leste de São Paulo. O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal, de acordo com informação passada pela Secretaria de Saúde.

De acordo com informações passadas pela Polícia, por volta da uma hora da madrugada, Carlos dormia na rua Celso de Azevedo Marques, sob uma marquise, em frente a um supermercado, quando foi atacado.

Ele ainda chegou a ser questionado sobre como os fatos ocorreram, mas disse que não viu quem era seu agressor, uma vez que estava dormindo. Ele sofreu queimaduras de segundo e terceiro grau nas pernas, tórax, costas e rosto. Marcas na parede indicam que as chamas atingiram quatro metros de altura. No local onde aconteceu o crime a polícia apreendeu um recipiente de gasolina, que será periciado no Instituto de Criminalística (IC).

Vizinhos disseram que o homem vivia no local há cerca de um ano e que nunca havia feito mal a ninguém.

“Ele vinha com a carroça, catava papelão, mas ele não mexia com ninguém”, disse João Elieser Júnior, que também relatou que as pessoas davam comida para o homem e que ele nunca foi visto com bebidas ou drogas. “Coisa de bebida, droga, ninguém viu nada disso”, falou o desenhista.

Outra vizinha, que preferiu manter o anonimato, disse que Carlos trabalhava com outra pessoa, a qual ela não soube identificar, que a família dele já havia tentado levá-lo para outro lugar, mas ele preferiu seguir trabalhando no local e ganhando seu dinheiro.

O caso foi registrado no 56º Distrito Policial, da Vila Alpina, como lesão corporal, mas será investigado pelo 18º Distrito Policial do Alto da Mooca.

Vídeo flagrou a agressão

Imagens de uma câmera de segurança mostraram a ação do agressor. O homem, vestindo roupas pretas, está ao lado de uma fogueira próximo ao local onde Carlos dormia junto com sua carroça. Na sequência ele joga algo na vítima que parece ser combustível, o que provoca uma grande explosão e foge em seguida.

Ao verem o homem pegando fogo, pessoas que passavam pelo local correm para socorrê-lo.

Outro vídeo feito por moradores mostra o desespero das pessoas em tentar apagar as chamas do corpo do morador de rua. Os bombeiros chegam e levam a vítima para o hospital.

“Pelo que eu pude verificar nas imagens a explosão foi realmente muito forte", disse Daniel Sini de Almeida, delegado que investiga do caso.

A polícia agora está atrás de novas imagens para poder identificar quem foi que ateou fogo no corpo da vítima.

Siga as suas paixões.
Fique atualizado.

Não perca a nossa página no Facebook!