Na última quarta-feira (5), aconteceu uma perseguição entre a Polícia Militar e um suspeito de roubo na cidade de Sabará, localizada na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O suspeito em questão, de apenas 20 anos de idade, acabou sendo morto pela policia durante o ocorrido. Ainda é válido pontuar que um confronto entre PM e suspeitos aconteceu.

De acordo com informações da rádio Itatiaia, o suspeito citado e um outro homem, de 22 anos de idade, estavam em um veículo roubado quanto tudo aconteceu. A Polícia Militar recebeu a denúncia sobre o ocorrido e também sobre outros roubos, que estavam sendo promovidos pelos criminosos.

Na denúncia em questão, foi relatado à PM que os bandidos estavam dirigindo um carro Longa. A partir de tais informações, as autoridades conseguiram localizar os suspeitos, que acabaram passando em frente ao próprio pelotão da corporação, localizado na área de General Carneio.

Segundo o abordado pelo site da rádio Itatiaia, após perceber a passagem do Renault Logan, a Polícia Militar ordenou que os suspeitos parassem o veículo. Entretanto, eles desrespeitaram essa ordem e deram início a uma fuga em alta velocidade, comentando uma infração e dirigindo pela contramão da pista.

Nessa ocasião, o suspeito que estava no banco do passageiro acabou por apontar uma arma na direção dos PMs, que acabaram respondendo com tiros.

Após o confronto, os criminosos bateram com o carro.

Suspeito morre em pronto-socorro

É válido afirmar que o suspeito de 20 anos de idade, que apontou a arma, chegou a ser socorrido. Entretanto, acabou não resistindo e faleceu em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

De acordo com as informações do site Itatiaia, ele possuía o total de sete passagens anteriores pela polícia.

O outro, de 22 anos de idade, sobreviveu ao acidente e acabou sendo preso. Ele era o motorista do automóvel.

No que se refere ao roubo do carro, é válido destacar que ele aconteceu ainda na última segunda-feira (3). Depois disso, o Logan foi usado para cometer diversos assaltos na região mencionada anteriormente por um período de dois dias, até que as denúncias chegaram às autoridades.

Segundo o suspeito que acabou sendo preso após o confronto com a Polícia Militar, ele não tinha consciência do fato de que o carro era roubado. Ele também alegou não ter ideia de que o seu companheiro de crime estava armado naquela ocasião.

A respeito de um inquérito sobre o caso ou se ainda haverá algum tipo de investigação sobre o veículo roubado, o site Itatiaia não forneceu maiores informações em sua reportagem. Além disso, o site em questão também não informou para onde o suspeito foi conduzido após ser apreendido e tampouco por quais crimes ele responderá.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!