Em uma entrevista para uma vaga de emprego é comum o entrevistador questionar o candidato sobre suas graduações, experiência anterior, seus objetivos dentro da empresa e até mesmo seus defeitos. No entanto, um designer de 23 anos foi surpreendido com uma pergunta: a empresa queria saber qual era seu signo [VIDEO].

Pedro Henrique revelou que durante a entrevista para uma vaga de estágio, o próprio dono da empresa lhe fez a pergunta. Ele relatou que foram feitas perguntas comuns, como experiência profissional, mas os questionamentos foram indo para o campo pessoal, até chegar na inusitada pergunta.

Após a entrevista, o designer comentou o fato com pessoas conhecidas e ficou sabendo, por meio de um amigo que trabalhou na empresa, que proprietário se queixava por não estar conseguindo contratar uma pessoa regida pelo signo de touro. [VIDEO]

Na internet, existem diversos relatos de pessoas se queixando de já terem passado pelo mesmo questionamento durante entrevistas de emprego. Especialistas de RH criticam a postura de empresas que fazem esse tipo de questionamento apontando que o signo da pessoa jamais pode ser levado em consideração.

“É completamente inadequado. Isso fere a meritocracia”, aponta MarcoTulio Zanini, pesquisador em Comportamento Organizacional e professor da Fundação Getúlio Vargas, em contato com a BBC Brasil. “Entra em uma espécie de determinismo astrológico”, completa.

Já o advogado Pedro Chicarino alerta que a abordagem de algumas questões pessoais durante o processo de seleção pode se configurar como sendo uma conduta discriminatória.

A título de curiosidade, Pedro Henrique é do signo de leão.

Astróloga critica postura

Assim como os profissionais de Recursos Humanos, astrólogos também não ficaram nada contentes ao tomarem conhecimento dos fatos. A astróloga Paula Belluomini diz que o processo de seleção de um candidato deve ser baseado em provas e entrevistas.

Há pessoa do campo da astrologia que defendem o uso dessas informações em algumas situações, mas ressaltam que elas não devem ter relevância na hora de decidir se o candidato ficará ou não com a vaga de emprego.

Uma jovem ouvida pela reportagem da BBC Brasil disse ter participado de uma seleção de emprego onde na ficha avia um espaço para ela informar o signo e a entrevistadora chegou a lhe dizer que não contratava nativos de escorpião.

Para o psicólogo José Mauro Nunes, não existe com comprovar que o signo da pessoa irá impactar em seu desempenho no trabalho. Ele aponta que mesmo na psicologia, onde existem métodos científicos baseados em estudos há questionamentos. “Imagina avaliar por um mapa astral? É muito perigoso usar o signo para definir um candidato”, avalia.

Os signos

Estima-se que a astrologia surgiu durante a Babilônia, há aproximadamente quatro mil anos, baseada na análise dos ciclos dos astros e das fases da lua.

Esses ciclos, divididos em 12, eram usados para auxiliar a agricultura e a política.

Na atualidade, os Signos são usados para atribuir como as pessoas se comportam e suas características pessoais. Nos últimos anos o interesse pelo tema cresceu e isso acabou sendo levado para as entrevistas de empregos.

Siga a página Horóscopo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!