O cinegrafista Pablo Silva, que trabalha para a TV Clube, afiliada da TV Globo no Piauí, foi agredido nesta terça-feira (5), enquanto fazia imagens de comércios abertos em Teresina. As agressões foram registradas por sua própria câmera.

O governador Wellington Dias (PT) prorrogou até o dia 21 de maio a quarentena no estado, o que restringe o funcionamento do comércio. A equipe de reportagem acompanhava a Guarda Municipal por algumas ruas do Centro da capital que fiscalizavam se os comerciantes estavam cumprindo com a determinação.

Silva estava em frente a uma loja que descumpria o decreto, momento em que, por determinação da guarda, uma mulher sai do interior do estabelecimento e dá um tapa no equipamento.

Na sequência aparece um homem e dá dois tapas no cinegrafista e logo apareceu um segundo elemento, que também agride o profissional de imprensa. Após as agressões, os guardas conseguem afastar os valentões.

Por conta das delegacias terem restringido o atendimento ao público para evitar aglomerações, a equipe de reportagem registrou boletim de ocorrência pela internet. O delegado do 1.º Distrito Policial, Sérgio Alencar, disse ao portal G1 que o caso será investigado e os agressores poderão responder por dois crimes. Um deles, tentativa de dano, uma vez que o equipamento foi atingido por um dos agressores, e também por lesão corporal ou vias de fato.

Mais de 30 lojas são fechadas

Por estarem descumprindo o decreto estadual e municipal, que restringem a abertura do comércio, mais de 30 estabelecimentos comerciais foram fechados pela Guarda Municipal neta terça-feira (5), em Teresina.

De acordo com o tenente-coronel John Feitosa, comandante da Guarda Civil Metropolitana, a fiscalização ocorrerá todos os dias. Os trabalhos de fiscalização são realizados utilizando 13 viaturas com três agentes em cada uma delas. “É um trabalho permanente e incansável”, disse o comandante.

Sobe para 30 o número de mortos no estado

De acordo com boletim divulgado nesta terça-feira (5), pela Secretaria Estadual de Saúde, o número de mortos no estado do Piauí por causa da Covid-19 subiu para 30. A última vítima fatal foi um homem de 73 anos, com histórico de hipertensão. Ele estava internado no Hospital Tibério Nunes, em Floriano, mas era natural de Colônia do Gurguéia.

Entre a divulgação desse novo boletim e do anterior foram registrados 74 novos casos de Covid-19 no estado. Desse total, 41 são homens e 33 mulheres. Eles têm idade que variam entre 8 e 80 anos.

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, 181 pessoas que testaram positivo para o coronavírus já tiveram alta médica e outros 227 seguem internados, sendo 75 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!