Recentemente, o caso envolvendo Miguel, criança de apenas 5 anos, vem gerando grande mobilização ao redor de todo o Brasil, com inúmeros famosos indo até às redes sociais para manifestar seu repúdio sobre o fato. Devido a tamanha repercussão, o programa “Encontro”, apresentado por Fátima Bernardes, decidiu entrevistar Mirtes Renata Santana de Souza na manhã desta sexta-feira (5), comovendo milhões de pessoas ao redor de todo o Brasil.

Na ocasião, a mãe de Miguel, se mostrando extremamente abalada pelo ocorrido, afirmou que foi a primeira e única vez que confiou seu filho a sua patroa. "A primeira e única vez que confiei meu filho a ela, ela deixou meu filho ir para a morte", completou.

Miguel morreu após cair de uma altura de 35 metros, quando estava no 9° andar de um luxuoso edifício localizado no Recife, após sua mãe, Mirtes, sair para passear com o cachorro e deixa-lo sob os cuidados de sua patroa, Sari.

Completando, Mirtes ainda ressalta que Miguel era uma criança inocente, sem noção dos perigos e querendo apenas a presença de sua mãe. Mirtes informa que Sari não teve um pingo de paciência com o menino, desabafando que ama os filhos da mesma como se fosse os dela e, em apenas um minuto que confiou a guarda de Miguel, a mesma deixou o menino em tal situação.

Mirtes Renata Souza trabalhava como empregada doméstica no apartamento de Sérgio Hacker, prefeito do município de Tamandaré, e de sua esposa, Sari Corte Real.

Após o acontecimento, a mãe de Miguel afirma que decidiu pedir demissão de seu cargo.

O que deixou muitas pessoas intrigadas foi o fato de Mirtes ter seu nome vinculado ao Portal da Transparência de Tamandaré, onde está como funcionária comissionada da prefeitura desde o ano de 2017. No momento, o caso já está sendo investigado pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco, com um inquérito do Ministério Público sendo aberto nesta sexta-feira (5).

O portal de notícias G1 ainda ligou para os telefones que supostamente seriam do Sérgio e Sari, com ambos não atendendo as ligações. Sérgio ainda decidiu emitir um comunicado pela prefeitura de Tamandaré, aonde afirma que está “profundamente abalado” com o que aconteceu.

Entenda o caso

Miguel, de apenas 5 anos havia sido deixado por Mirtes com sua patroa, Sari que, por sua vez, havia dito para a empregada doméstica descer do edifício para poder passear com o cachorro.

No apartamento, também estava a manicure da patroa. Sari Corte Real, que é a primeira dama de Tamandaré, foi presa em flagrante após o caso, pagando a quantia de R$ 20 mil em fiança e, logo após, sendo liberada da delegacia.

Após o fato ser repercutido ao redor de todo o Brasil, a Polícia Civil decidiu não confirmar a identidade de quem trabalhava com Mirtes, alegando que estavam sendo impedidos devido à Lei de Abuso de Autoridade. No entanto, o nome dos patrões foram revelados por Mirtes, que mostrou sua indignação ao falar que, caso fosse ela que tivesse deixada uma criança sozinha no elevador, rapidamente seria responsabilizada sobre o fato e seu nome seria divulgado.

Siga a página Fofocas
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!