Recentemente, o atual prefeito do município de Tamandaré, Sérgio Hacker, decidiu se pronunciar sobre a morte de Miguel em uma nota enviada à imprensa. No comunicado, Sérgio afirma que está "profundamente abalado" com a morte da criança de apenas 5 anos, que faleceu após cair do 9° andar de um prédio luxuoso aonde o prefeito mora com sua esposa, Sari Corte Real. Sari foi a grande responsável por deixar Miguel em um elevador sozinho antes de cair de uma altura de 35 metros.

Na nota emitida pelo contratado público, é informado aos órgãos competentes que o mesmo irá se pronunciar no momento devido e de forma oficial.

Após a atrocidade, Sari vem respondendo judicialmente pelo crime de homicídio culposo (sem intenção de matar), pelo fato de ter sido negligente ao deixar que Miguel subisse em um elevador sem ser acompanhado por ninguém. A mãe do menino, Mirtes Renata Santana de Souza, ainda está como funcionária da Prefeitura de Tamandaré, caso que, no momento, está sendo devidamente investigado pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco.

Entenda o que aconteceu

O garoto Miguel, de apenas 5 anos, era filho da empregada doméstica Mirtes Renata Santana de Souza, que trabalhava no apartamento cujos donos são o prefeito e de sua esposa, Sari Corte Real, que foi presa em flagrante e solta após pagar uma fiança por ter deixado Miguel sozinho dentro do elevador.

Miguel caiu de uma altura de 35 metros na tarde da terça-feira (2), após Mirtes ter deixado o menino sob a responsabilidade de sua patroa e sair do prédio para passear com o cachorro da Sari. Após voltar para o edifício, Mirtes se deparou com Miguel praticamente morto. A criança ainda foi socorrida pelos profissionais de Saúde, no entanto, não conseguiu resistir aos ferimentos que foram provocados pela queda.

TCE

O Tribunal de Contas do Estado ainda comunicou que está investigando o caso, juntamente com a prefeitura da cidade de Tamandaré. Após ter uma resposta definida sobre os fatos, o gestor poderá ser responsabilizado pelos crimes de infração político administrativa e responsabilidade. Caso seja constado que houve pagamentos por serviços ao qual não foram prestados, deverá ser chamado aqueles envolvidos no caso para devolver a quantia recebida.

No caso em questão, Sérgio Hacker, prefeito de Tamandaré, poderá responder de forma solidária, ressarcindo os cofres públicos do município.

Artistas se manifestam sobre a morte de Miguel

Como era de se esperar, a morte de Miguel Otávio gerou uma grande onda de comoção ao redor de todo o Brasil. Nas redes sociais, inúmeros artistas manifestaram sua indignação com o crime, pedindo justiça para a família do menino e usando as redes sociais para se pronunciarem.

A cantora Iza manifestou sua indignação ao pedir justiça pela caso, ressaltando que o caso ocorrido com o Miguel é algo real nos dias atuais. A global ainda salientou que, enquanto a mãe de criança que morreu sofre com o caso, Sari paga uma pequena fiança para ficar livre do crime.

Tata Werneck, por sua vez, realizou uma publicação em seu Instagram, se questionando pelo fato de criança ter sido colocada sozinha dentro de um elevador. Tata ainda se solidarizou com a mãe, mostrando todo seu repúdio com o fato em questão.

Já a famosa Thaila Ayala decidiu ir até sua conta oficial no Instagram para fazer uma reportagem de Luisa Mell, oferecendo o pagamento de um advogado para a mãe de Miguel, Mirtes Renata.

Não parando por aí, Thaila ainda definiu o fato como algo ‘inacreditável’.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!