Após um ano do assassinato do ator Rafael Miguel e de seus pais, ocorrido em São Paulo, a Polícia ainda busca encontrar o paradeiro o empresário Paulo Cupertino Matias, apontado como o autor do triplo homicídio.

As investigações prosseguem e recentemente foi descoberto que ele recebeu ajuda de dois amigos de longa data para fugir, sendo um deles de Sorocaba, no interior de São Paulo. A perícia conseguiu extrair do celular do amigo sorocabano as mensagens trocadas entre ele e Cupertino dias após o crime.

Pedido de dinheiro

As investigações apontam que o amigo de São Paulo, que é dono de uma pizzaria, ofereceu um carro para a fuga, além de auxílio financeiro.

Na sequência, foi a vez do amigo do interior, que intermediou a conversa, continuar ajudando o suspeito a escapar.

Na troca de mensagens, o amigo oferece 5 mil reais de ajuda e diz que levará um carro modelo Chevrolet Celta para que ele deixe o local onde está escondido. O suspeito demostra pressa em sair de onde está escondido, se mostra preocupado com a repercussão que o caso tomou e reforça que ninguém pode saber sua localização.

“Irmão tá vendo o BO que está ai. Não pode vacilar”, diz em uma das mensagens. “Cara, você é minha única esperança”, dizia outra parte da conversa.

Depoimento do amigo

Em seu depoimento prestado à polícia, o amigo –que não teve sua identidade revelada– diz que mora em Sorocaba há um ano e meio, mas que conhece o suspeito há 16 anos e tem amizade com o dono da pizzaria há 20 anos.

Ele contou que no dia do crime, a esposa do dono da pizzaria entrou em contato com ele por telefone dizendo que era para ele se encontrar com Cupertino na rodoviária de Sorocaba. O encontro ocorreu por volta das 19 horas e acusado contou o que havia acontecido.

Após tomar banho e pegar umas roupas emprestadas do amigo, Cupertino pediu para ir até a casa de uma Mãe de Santo, em Águas de São Pedro.

Ela pediu para que o acusado se entregasse, porém, ele preferiu ir para outra cidade, a cerca de 200 quilômetros de onde estavam. O nome da cidade a qual Cupertino ficou, já no dia seguinte, não foi revelado.

Já no dia 12, Cupertino entrou novamente em contato com esse amigo e pediu para que fosse encontrar com ele na rodoviária de Campinas.

Lá foram compradas passagens para Ponta Porã, no Paraná.

Cupertino ficou com sua carteira de habilitação, e o chip e o aparelho celular do suspeito foram quebrados e jogados no lixo da rodoviária. O amigo sorocabano disse ainda que em todo o momento o suspeito estava armado e o coagindo.

O ator Rafael Miguel e seus pais foram mortos com vários tiros no dia 9 de junho do ano passado. O motivo seria o fato de Cupertino não aceitar o namoro do rapaz com a filha, Isabela Tibcherani Matias.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!