O período de isolamento social causado pela pandemia do novo coronavírus tem feito muitas pessoas evitarem até procurar unidades de saúde para continuarem tratamentos que estavam realizando. Essa foi a situação ocorrida com uma jovem de 18 anos e acabou dando à luz em casa, sem saber que estava grávida.

Jovem passou mal em meio à pandemia

A jovem Gabriela Azevedo, de 18 anos, conversou com o site Metrópole e contou que estava fazendo acompanhamento ginecológico há cerca de 11 meses, pois sua menstruação vivia se atrasando, mas que devido à pandemia do novo coronavírus, desde o começo de 2020 que não comparecia às consultas na rede pública de Sobradinho (DF).

A moça contou que mesmo não indo às consultas, chegou a realizar uns 10 testes de farmácia para saber se estava grávida, mas que todos deram negativos e por isso mesmo não imaginou que estivesse grávida. Segundo Tereza Caniatti, de 71 anos, na última semana a neta começou a sentir muita dor na barriga e procurou uma UPA, mas os médicos receitaram um remédio para prisão de ventre.

A jovem teria procurado também um posto de saúde na Asa Norte, em Brasília, mas os médicos acharam que se tratava de problemas de intestino ou estômago, pois sua barriga estava baixa, mas não pediram exames de sangue ou de gravidez.

Parto realizado em casa pela própria mãe da jovem

As dores sentidas pela jovem continuaram e Alessandra Caniatti, mãe de Gabriela, resolveu que era melhor levá-la para um hospital, pois tiveram receio de chamar o Samu por causa do aumento de casos de covid-19 no estado, mas deu tempo, pois a criança resolveu nascer antes.

A avó da jovem contou que a neta foi ao banheiro e de lá gritou a mãe assustada dizendo que tinha um órgão saindo de dentro dela. Ao ser levada para a quarto e deitada na cama, a mãe de Gabriela viu que a cabeça da criança já estava coroando. O parto de Gabriela foi realizado pela própria mãe e a menina nasceu com 3,4 quilos e 48 centímetros, no dia 6 de junho.

A mãe a criança foram levadas para o hospital em seguida e o pânico virou alegria.

Gabriela conta como foi o parto

A jovem, mãe da pequena Aurora, contou que no momento pensava em tudo e em nada ao mesmo tempo. Ela disse que estava há um dia sentindo muitas dores, mas que nem imaginava que fosse uma criança.

A moça contou que ao deitar na cama e ver a filha sair perguntou à sua mãe o que tinha que fazer e a mesma mandou ela empurrar e que a mesma dizia para a criança vir que a vovó ia pegá-la. Gabriela definiu o momento como surreal, que estava assustada e não sabia se ria ou se desesperava.

A avó da criança contou que ninguém suspeitou da gravidez, pois todos engordaram durante a quarentena e que a moça passou uns dias na casa da sogra e a mesma colocou a jovem para fazer ginástica dizendo que ela tinha engordado, e isso no último mês.

Familiares e amigos fizeram uma mobilização para providenciar o enxoval para Aurora, que está em casa bem de saúde com a mãe e segundo a mãe ganhou roupa até os dois anos de idade.

Lucas Higor, de 19 anos, é o pai da menina e apesar do susto, segundo a jovem, já está adaptado à nova realidade.

Gabriela disse que a filha é sua flor em meio ao caos e que disse acreditar que se tudo certo em meio a esse caos é porque era para a filha estar junto deles. A moça contou que a filha uniu totalmente a família e que veio para ajudar todo mundo.

Siga a página Maternidade
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!