Muitas famílias estão sendo devastadas por causa do novo coronavírus, que surgiu na China e se espalhou rapidamente pelo mundo inteiro, inclusive o Brasil. No começo da pandemia foi dito que o maior perigo era para as pessoas mais idosas ou com alguma doença pré-existente, mas temos visto pessoas jovens, sem comorbidades, perderem a luta para a doença.

Coronavírus em grávidas

Em relação às grávidas, elas não são consideradas do grupo de risco para a Covid-19, mas temos visto muitos casos de mulheres que pegam o vírus enquanto estão esperando seus filhos e até pelo fato de já estarem em um momento de muitas mudanças no organismo, acabam por ter complicações e perdendo a vida para a doença e suas consequências.

Isso chegou a ocorrer com uma grávida de gêmeos, que depois que os filhos nasceram não resistiu a uma hemorragia, exatamente por já estar fraca por ter pegado o vírus.

Uma jovem que estava grávida e pegou o coronavírus veio a óbito em Teresina, no Piauí, após descobrir que sua mãe havia falecido com a doença. Jade Nascimento, de 28 anos, veio a óbito no último domingo (2), depois de uma piora no quadro saúde.

Grávida viu sobre morte da mãe pelo celular

Segundo Taynara Ingred, prima de Jade, contou ao portal G1, a jovem ficou sabendo que sua mãe havia falecido através das redes sociais, visto que a família optou por não falar sobre o assunto com a moça, já que ela se encontrava internada na Maternidade Dona Evangelina Rosa.

Jade viu em rede social a informação de que sua mãe Maria do Perpétuo Socorro, 55 anos, que era diabética, não tinha resistido à Covid-19.

Jade estava estável em uma enfermaria, mas teve uma piora depois que chorou muito ao saber que a mãe havia morrido e isso fez com que ela tivesse sua capacidade respiratória comprometida, tendo que ser entubada pelos médicos.

A prima contou que depois que Jade chorou muito, seu quadro se agravou, e ela foi levada para a UTI e entubada, por não estar conseguindo respirar direito. Taynara confirmou que a família não contou sobre o falecimento de Maria Perpétuo para a jovem, mas como ela estava com celular, acabou lendo na internet.

A mulher teria dado entrada na maternidade quando ainda estava com 22 semanas de gravidez e passou os últimos dois meses internada. O bebê de Jade veio a óbito no dia 28 de julho, ainda dentro da barriga da mãe, cinco dias antes da jovem. Jade deixou o marido e uma filha de sete anos.

Vale ressaltar, que nas duas maternidades públicas do Piauí, localizadas em Teresina, já registraram 252 casos de Covid-19 entre mulheres grávidas e em puerpério, que são aquelas que estão em pós-parto. Duas dessas mulheres não resistiram às complicações da doença e acabaram falecendo. No Estado, nenhuma criança recém-nascida foi diagnosticada com o vírus.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Maternidade
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!