Um pastor da Igreja Deus é Amor preparou uma live quando xingou a sua esposa, sem perceber que já estava ao vivo. A agressão verbal foi transmitida para todas os internautas que esperavam pela live.

O vídeo acabou tomando uma grande repercussão e rapidamente circulou por todas as redes sociais, inclusive foi alvo de matérias em sites gospel.

O caso

O pastor Edson Araújo aparece sentado, preparando o ambiente para realizar a pregação virtual, quando se levanta no intuito de arrumar o aparelho que usaria para realizar as filmagens. É possível observar um barulho de um tapa na parte de trás da câmara.

Neste momento, o objeto de gravação chega a se mexer.

Logo depois, o pastor retorna para a cadeira e volta a se sentar. Durante o processo ele segue xingando a sua esposa. Débora é companheira de Edson nas gravações voltadas às transmissões na internet.

Xingamentos

Com tom de voz que demonstrava claramente seu nervosismo, o pastor chamou a esposa Débora de imbecil enquanto ordenava que ela arrumasse as coisas corretamente. Logo após as ofensas, Edson retoma a gravação da live e inicia a pregação com a frase "Aceitem a paz do Senhor".

Pedido de perdão

A forma como Débora foi tratada na noite de 14 de setembro (segunda-feira) pelo pastor e marido, gerou revolta por parte dos internautas. A repercussão também foi negativa no campo religioso.

Pressionado pelas críticas em relação ao seu comportamento, o pastor excluiu o vídeo e já na terça-feira (15), ele gravou outro onde explicava a situação e pedia perdão aos seguidores.

Justificativa

De acordo com o pastor Edson, durante a preparação da live o casal teve problemas com o aparelho celular que já estava ligado na hora da transmissão, o que o teria deixado nervoso.

Quando ele se levantou na tentativa de arrumar o aparelho, teria deixado o celular cair e, seguidamente, acabou agredindo verbalmente a esposa.

Edson assumiu publicamente que cometeu um erro, e que por um momento ele foi verdadeiramente falho. Ele afirmou ainda que errou ao direcionar uma palavra incorreta à Débora, que ele foi imprudente e que tal atitude não condiz com a sua índole e que não é cabível a ele como pessoa (referindo-se ao fato de ser um pastor).

Ainda no vídeo, o pastor pede perdão primeiramente a Deus e, em seguida, pede publicamente que sua esposa também o perdoe pela sua falha.

Débora

Durante o pronunciamento do pastor, Débora estava calada e de cabeça baixa. O pastor revelou que eles são casados há quatro anos e que não existia nenhum tipo de problemas em seu casamento.

Antes de finalizar a gravação, Edson pediu perdão também à comunidade evangélica e repetiu que seu comportamento não foi premeditado e que não faz parte de seus costumes.

Débora se manifestou após a finalização do marido, agradeceu a todas as mensagens de apoio e disse que acreditava que o marido falava do fundo de seu coração. Além disso, ela confirmou a declaração do marido afirmando que nunca havia sido mal tratada por ele.

Siga a página Fofocas
Seguir
Siga a página Mulher
Seguir
Siga a página Religião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!