Na manhã do último domingo (6), um sargento aposentado da Polícia Militar morreu após ter salvado uma menina de 13 anos de afogamento em uma praia de Guarujá, litoral de São Paulo. O ex-sargento, José Cláudio Mantovani, de 60 anos, era morador do município de Cerqueira César, localizado no interior do estado. As informações foram divulgadas pelo portal G1, após terem sido confirmadas pelo GBMar (Grupamento de Bombeiros Marítimo).

Segundo informações passadas pelas autoridades ao portal, José Cláudio estava na praia quando escutou, por volta das 11h45, uma mãe pedindo socorro após sua filha ter sido arrastada por uma corrente.

No objetivo de ajudar, o idoso não pensou duas vezes e entrou na água para tentar salvar a adolescente, e conseguiu.

Contudo, de acordo com o GBMar, enquanto ainda estava na água o ex-policial militar acabou sendo vítima de um mal súbito. Neste momento, banhistas acionaram um guarda-vidas do local e o mesmo ajudou a retirar o aposentado da água, porém, logo em seguida foi constatado que José havia sofrido uma parada cardiorrespiratória. Além do guarda-vidas, o Corpo de Bombeiros também foi acionado para ajudar no salvamento.

Ainda no local, as autoridades realizaram no ex-sargento diversas manobras de reanimação e o levaram até uma Unidade de Pronto Atendimento do município, onde o óbito foi confirmado.

Em conversa com o GBMar, a esposa do aposentado afirmou que ele não consumia bebidas alcoólicas e era hipertenso. Antes de se aposentar, o sargento Mantovani comandava o 53º Batalhão de Polícia Militar do Interior de São Paulo.

Mais mortes por afogamento

Só no último final de semana, foram registradas mais de 260 ocorrências no mar, algumas delas com vítimas fatais.

No domingo (6), as praias do estado ficaram lotadas e, de acordo com informações do Corpo de Bombeiros, algumas pessoas morreram. Segundo o G1, os óbitos aconteceram nos municípios de Guarujá, Bertioga e Mongaguá. De acordo com o GBMar, fora o ex-sargento, mais dois homens morreram em Guarujá: um de 24 e outro de 27 anos.

Na cidade de Mongaguá as vítimas foram dois homens, que ainda não foram identificados. Além destes, um terceiro banhista também ficou desaparecido, mas acabou sendo localizado bem por volta das 23h15. Também há ocorrências em Itanhaém, município vizinho de Mongaguá, onde dois jovens, um de 18 e outro de 21 anos, seguem desaparecidos após terem ido se banhar no mar.

Ainda segundo informações divulgadas pelo GBMar, na Praia de Itaguaré, localizada em Bertioga, um banhista morreu após ter sofrido uma parada cardiorrespiratória no domingo. Segundo o portal G1, o banhista chegou a ser reanimado pelos bombeiros e levado para uma unidade hospitalar, mas o óbito acabou sendo confirmado à noite.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!