Um acidente ocorrido na noite desta segunda-feira (14), em Campos dos Goytacazes, região norte do estado do Rio de Janeiro, vitimou seis crianças da mesma família e um adulto. Outra criança e uma jovem sobreviveram.

De acordo com informações passadas por testemunhas, o acidente ocorreu por volta das 19h40, quando o motorista do veículo modelo VW Gol, onde estavam nove pessoas, ao passar por uma ponte que passa por um córrego na RJ-208, na altura do bairro da Tapera, perdeu o controle do veículo ao tentar desviar de uma bicicleta e caiu no rio. Eles voltavam de Lagoa de Cima e seguiam em direção a Tapera.

Algumas das vítimas chegaram a ser socorridas com vida, mas não resistiram aos ferimentos e morreram no hospital.

Uma jovem de 18 anos, identificada como Fernanda, e uma adolescente, chamada Vitória, de 13 anos, foram as únicas sobreviventes e sofreram ferimentos leves. Elas foram levadas para o hospital Ferreira Machado e até a manhã desta terça ainda não havia notícias sobre o estado de saúde delas. Fernanda é mãe de uma das vítimas.

Na manhã desta terça-feira uma equipe do Corpo de Bombeiros fez a retirada do carro de dentro do rio.

Quem eram as vítimas

O condutor do veículo foi identificado apenas pelo nome Adílson. Ele tinha 45 anos de idade e era amigo da família das crianças.

Também morreram no acidente Enzo Gabriel, de 2 anos de idade, Kemilly Sophia, de seis anos, Phandora, de oito anos, e Ana Laisa, de quatro anos.

Todos eles eram irmãos. Além delas, também morreram seus primos Brunna Vitória, de 3 anos e filha de Fernanda, além de Erick, de 12.

Cinco vítimas foram retiradas de dentro do carro e o corpo de Ana Laisa foi achado pela manhã por equipes de resgate. Ele estava a 100 metros do local onde aconteceu o acidente.

Ainda não havia informações dando conta de velório e sepultamento das vítimas.

Erick havia perdido o irmão recentemente

Erick era irmão de Leonardo Barcelos, de 14 anos, que em outubro passado morreu afogado junto com o amigo MC Kallebe, que havia ficado conhecido nas redes sociais por ter criado o bordão “cabelin finin, bigodin na régua”. Eles desaparecem enquanto nadavam no rio Ururaí, também em Campos dos Goytacazes.

A morte dos adolescentes gerou grande comoção na comunidade e um cortejo com cerca de 30 veículos, entre carros e motos, percorreu as ruas da cidade até os cemitérios onde eles foram sepultados.

Ao portal G1, Rita de Cássia, a avó de Erick comentou sobre a dor de perder dois netos de forma trágica em um curto espaço de tempo. Ela relatou que recebeu a notícia pelo pai das crianças. “Meu filho ligou e falou 'mãe, mais um filho meu morreu'”, contou a avó, que disse ter perdido o chão.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!