Arya Permana, da Indonésia, já foi considerado a criança mais pesada do Mundo graças a sua dieta de doces, macarrão instantâneo, refrigerantes e batatas fritas.

Com apenas dez anos de idade, o menino mal conseguia se mover e andar para ele era um sacrifício. Ele teve que ser educado em casa e tinha que tomar banho em um lago próximo a sua casa, por causa do seu peso.

A quantidade de gordura no corpo do jovem colocou sua vida em risco e Arya se tornou a pessoa mais jovem do mundo a fazer a cirurgia bariátrica.

Além do procedimento cirúrgico, o menino contou com uma dieta rigorosa e só podia comer peixes e legumes grelhados. Hoje com treze anos, Arya perdeu mais da metade do seu peso corporal. Foram exatos 106 kg perdidos e seu peso atual são 85,8 kg.

Um cirurgião ofereceu aos pais de Arya um procedimento gratuito para a remoção do excesso de pele localizada no peito, braços e barriga.

O peso máximo que o menino atingiu seu auge com apenas dez anos de idade foi de 191 kg. Ele pesava o mesmo que seis garotos da sua idade.

Pais reconheceram culpa na má alimentação do filho

Os pais de Arya tentaram fazer com que o filho se alimentasse de uma forma saudável, mas segundo o pai do garoto Ade Somantri, com apenas cinco anos o garoto já comia frituras, lanches e refrigerantes.

“Se ele quisesse comer ou beber alimentos doces e refrigerantes, nós dávamos. Sim, nós o mimamos muito”, disse Somantri.

Arya queria ser magro, mas comia exageradamente e sem nenhum controle, isso fez o garoto ter obesidade mórbida e com apenas dez anos de idade, não conseguir caminhar por cinco metros sem perder o fôlego.

No começo os pais de Arya estavam com medo de deixarem a equipe médica fazer a cirurgia, mas perceberam que a vida do filho estava em risco, após o médico mostrar como seria feito o procedimento em vídeo.

"E depois que entendemos o procedimento, tivemos uma reunião familiar e decidimos fazer a cirurgia no Arya", disse o pai do menino.

A cirurgia bariátrica demorou cinco horas e foi feita no Hospital Omni, em Jacarta.

Em apenas um mês, Arya havia perdido incríveis 70 kg e continuo perdendo peso.

A princípio, Arya não gostou muito das mudanças em seu estilo de vida, ele ficou muito chateado e aborrecido, pois adorava comer, mas depois da cirurgia, se ele comesse muito vomitaria.

Com o tempo o menino foi se acostumando e hoje leva uma vida normal, joga futebol com amigos, caminha cerca de 1 km para ir à escola todos os dias e ainda tem energia para brincar e nadar com os amigos da escola.

"Estou mais feliz agora, posso jogar futebol, sair com meus amigos, brincar e tomar banho na lagoa. Antes eu ficava sozinho e não podia fazer nada, hoje posso fazer tudo", disse Arya.

Siga a página Saúde
Seguir
Siga a página Mundo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!