O The News England Journal of Medicine divulgou um artigo em sua revista onde alerta sobre a hipótese de que a Covid-19 possa estar estimulando o surgimento do diabetes em pessoas que antes de serem infectadas não eram diabéticas. A opinião é da equipe internacional de pesquisadores que investigou as múltiplas ramificações das sequelas que o novo coronavírus pode deixar em quem foi por ele contaminado.

Para os que já são portadores do diabetes a infecção pela Covid-19 torna ainda mais difícil o tratamento, sendo em muitos casos a causa da morte. Visto que ele tem mostrado ser capaz de provocar problemas cardiovasculares, renais, imunológicos e neurológicos.

Segundo a pesquisa médica, o resultado da contaminação tem a ver com o receptor ECA2, ‘porta’ de entrada do parasita que, ao fazer essa conexão, entra em contato com a membrana celular que está presente em vários tecidos e órgãos.

Covid-19 modifica a gênese das células do pâncreas

A família de vírus ainda pode se incluir nas células do pâncreas e no tecido adiposo, influenciando a gênese e portanto provocando a diabetes no paciente.

Os estudos vão além e tem como parceiros um outro grupo de pesquisadores do King’s College de Londres, que registraram casos de pacientes com Covid-19 que desenvolveram a diabetes assim que foram infectados e tantos outros diabéticos que tiveram sua saúde ainda mais prejudicada pela infecção.

Os diabéticos infectados desenvolveram a cetoacidose diabética, que diz respeito ao aumento de acidez no sangue e, por este motivo, devem tomar elevadas doses de insulina.

Cientistas da universidade Monash, na Austrália, estão envolvidos no estudo. Diante de tal descoberta, e da variedade de pesquisadores interessados em descobrir até que ponto esses sinais são comuns da Covid-19, eles criaram o CoviDiab Registry, que é praticamente uma plataforma que visa registrar os dados entre os pacientes que se encontram em estados severos de diabetes ligada ao novo coronavírus.

Brasil: casos de diabetes induzidas por Covid-19

Rodrigo moreira, presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), informou que há pistas de uma relação bidirecional entre diabetes e Covid-19. Outra disfunção citada por Moreira é a endócrina (hormonal), provocando os problemas de tireoide.

Eles ainda buscam entender qual forma da diabetes é induzida pela Covid-19, pois isso ainda não está claro. Aparentemente há duas versões: a diabetes do tipo 1, onde as defesas do organismo se voltam contra o mesmo, e a do tipo 2, ligada ao consumo excessivo do açúcar. Ainda não se sabe se a diabetes vai permanecer no paciente após a cura ou se vai sumir ao passo que o paciente se livre da infecção.

Siga a página Ciência
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!