Algo que se pode notar entre a maioria dos pacientes que apresentam um quadro de infarto agudo do miocárdio é a dor torácica.

O infarto em si acontece quando uma ou mais artérias do paciente, que são responsáveis por levar oxigênio para o coração, que são as conhecidas artérias coronárias, acabam sendo obstruídas de uma forma abrupta, causada por um coágulo de sangue que é formado em cima de um placa de gordura, chamada de ateroma, que existe na parede interna destas artérias.

É importante que as pessoas tenham em mente a respeito de alguns detalhes que podem indicar se o paciente de fato pode estar sendo vítima ou não de um infarto.

Entre as características mais comuns que são faladas pelas vítimas de infarto, a dor no tórax é sem dúvida a mais clássica de todas, que aparecem na maioria ou quem sabe em todos os pacientes que são vítimas de infarto.

Como identificar alguém que está infartando

Além disso, algumas outras características se fazem presentes no momento em que o paciente estiver apresentando um quadro de infarto.

Entre estas características, a pessoa pode apresentar uma dor angustiante beirando o insuportável na região precordial, que é localizada atrás do osso esterno, e também em toda face anterior do tórax.

Os pacientes também podem apresentar compressão no peito e angústia. A dor pode durar mais que 30 minutos, segundo relatos de alguns pacientes.

Os pacientes que apresentam um quadro de infarto também podem apresentar alguns outros sintomas.

A dor que é sentida por estas pessoas pode não diminuir de forma alguma com repouso e pode até mesmo irradiar no sentido da mandíbula e membros superiores, em especial para os membros superiores do lado esquerdo.

Alguns pacientes relatam também que no momento em que infartaram, sentiram sintomas como enjoos, suores frios e palidez.

Outros detalhes envolvendo o infarto

Devido a isso, é preciso ficar atento em relação à queixa de dores e mal-estar que possa sentir ou que pessoas próximas a você acabem tendo.

Estes podem ser graves indícios de que a pessoa em questão, ou até mesmo você, está tendo o princípio de um infarto, que pode ser evitado caso procure ajuda médica o mais rápido possível para que o quadro não acabe evoluindo de acordo com a demora.

Caso seja possível identificar com estes sintomas este quadro, evita-se a evolução para uma parada cardiorrespiratória, que poderá desencadear algo mais grave.

Quando alguém apresenta os sintomas de infarto

Ao notar os sintomas em questão, é preciso que a pessoa que os apresente seja colocada em repouso, e além disso que seja liberada de qualquer tipo de pressão que possa estar sentindo, como roupas e sapatos.

A pessoa deverá permanecer em um local arejado. Uma dica para prevenir nestes casos, é fazer o uso de aspirina logo quando notar os primeiros sintomas de um infarto aparecendo.

A vítima do infarto pode ingerir no momento a metade de uma aspirina, que poderá ajudar com que não desenvolva algo pior e mais grave. Alguns estudos indicam que este medicamento faz com que seja reduzido em até 22% as chances de que a pessoa venha a falecer devido ao infarto.

O infarto pode ser classificado como fulminante ou demorado. Há a possibilidade de que a pessoa fique até mesmo três dias infartando sem ter consciência de que isso está acontecendo. Os primeiros cuidados que serão tomados nestes casos podem ser essenciais para que a vida de uma pessoa seja salva.

Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!