Em períodos de home-office, isolamento social e totalmente em casa, é muito comum que as pessoas permaneçam horas e mais horas sentados em uma cadeira. Por mais confortável que seja, nunca é ideal passar tanto tempo sentado. Afinal, a dor nas costas pode acometer a região. E como sanar este problema? Pois bem, antes é preciso entendê-lo.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 85% das pessoas experimentarão pelo menos uma vez na vida a dor nas costas. E, para isso, existem muitas razões.

Fadiga, estresse ou trauma podem causar dores nas costas. Algumas medidas simples para reduzir a dor são descansar o suficiente e movimentar vagarosamente os músculos para melhorar a circulação sanguínea e promover a saúde.

Se uma coisa causa muito desconforto é a dor nas costas. Sentamo-nos, deitamos, nos levantamos e não sentimos qualquer melhoria. Algumas pessoas já se acostumaram e continuam vivendo sem perceber que situações simples e comuns podem causar esse mal-estar diário e que parece crônico.

Sintomas da dor nas costas

Dependendo do tipo de dor lombar aguda ou crônica, você pode ter vários sintomas. Portanto, os sintomas da dor lombar variam de acordo com o estilo de vida do paciente e outras questões clínicas que podem causar esses sintomas.

No entanto, as situações mais comuns são as seguintes:

  • Sensação de queimação ou "choque elétrico" na região da cintura;
  • Incapacidade de se levantar ou mover-se livremente (coluna "travada");
  • Dor de radiação na perna (ciática);
  • Dor intensa, incapacitante ou persistente;

Se a dor lombar persistir por mais de 12 semanas, geralmente pode ser caracterizada como dor lombar crônica e é difícil de tratar.

Normalmente, a dor lombar crônica requer tratamento clínico mais específico em um centro especializado em dor, que consiste em uma equipe multidisciplinar composta por neurocirurgiões, reumatologistas, fisiologistas, ortopedia e demais profissionais da área.

Dicas para aliviar a dor nas costas

Claro que o recomendável é sempre buscar pela ajuda de um especialista.

Contudo, existem algumas dicas pontuais e inofensivas que podem ajudar a aliviar as dores em momentos de emergência.

Alongamento diário pela manhã

Acordar cedo todos os dias e alongue o corpo. O alongamento dos músculos pode melhorar a postura, prevenir lesões e reduzir o estresse e a ansiedade. Fazer uma pausa no trabalho para realizar esta atividade também é importante e ajuda a reduzir significativamente as dores nas costas (desconforto no peito).

Repouso quando sentir dor

Antes de ir para a cama, a pessoa deve deitar-se de lado ou de bruços, e a cabeça deve estar bem apoiada em pelo menos um travesseiro que não seja muito fofo por pelo menos 8 horas. O ideal é que se a pessoa estiver recostada, coloque outro travesseiro sob o joelho, e, se ele dorme de lado, colocar outro travesseiro entre os joelhos auxilia muito a acertar a coluna.

Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!