Diminuir ou retirar de vez a carne do cardápio não é das tarefas mais simples. Aderir ao vegetarianismo requer abertura para um paladar novo e sabores um pouco diferentes do usual. Dessa forma, será necessário acostumar-se com um novo mundo da gastronomia. Novo, interessante e igualmente saboroso.

A decisão de parar de comer carne pode ser devido a questões religiosas, ideológicas ou nutricionais. Essa mudança de hábitos vem atraindo cada vez mais adeptos, mas deve ser feita com cautela e consciência para evitar riscos à Saúde.

Entre os influenciadores e o público, campanhas como "Meatless Monday" (Segunda-feira Sem Carne, no Brasil) e desafios como "Meatless Day" (Dia Sem Carne, no português) estão crescendo indicando que é possível que as pessoas adotem um estilo de vida saudável sem prejudicá-las animal.

Benefícios de parar de comer carne e dicas para o vegetarianismo

A maioria dos benefícios de não comer carne está relacionada à gordura saturada que deixa de ser consumida. É encontrada em alimentos de origem animal e pode produzir o colesterol ruim (LDL), que permanece na circulação e bloquear os vasos sanguíneos. Portanto, os vegetarianos raramente sofrem de doenças cardiovasculares.

Por essa razão, muitas pessoas têm buscado aderir a uma dieta vegetariana e, assim, reduzido gradualmente o consumo de carne até que, inevitavelmente, acabam parando de vez.

Contudo, é claro que, como toda mudança alimentar, existem riscos. A alimentação animal é a principal fonte de proteína e vitamina B12, e a falta de vitamina B12 é prejudicial à saúde. Já a proteína desempenha um papel na formação e suporte do tecido muscular, e a vitamina B12 é necessária para a formação dos glóbulos vermelhos.

Por essa razão, é sempre importante consultar um profissional de nutrição para seja indicada a melhor forma de parar gradualmente com o consumo de carne. Afinal, o corpo ainda está acostumado com os nutrientes provenientes da carne.

Explorar pratos coloridos

Considerar várias cores, texturas e sabores para montar um prato. Quanto mais "diferente" for, mais sabor terá e você experimentará coisas novas

Criatividade na elaboração do cardápio

Coma mais feijão!

Grão-de-bico, ervilha, lentilha, leguminosas e diversas outras opções. São ricos em proteínas e ferro, assim como a carne, e também em fibras, o que deixa o estômago saciado.

Apresentando a quinoa

A quinoa é considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) um dos alimentos mais completos do mundo. Tem proteínas, fibras, vitaminas, minerais e ainda é delicioso.

Pode ser usada no lugar do arroz branco ou aveia em flocos. Existem também várias receitas de hambúrguer de quinoa.

O vegetarianismo não é um "bicho de sete cabeças". Pode ser interessante adotar uma dieta mais consciente quanto ao consumo de carne. Não é necessário parar totalmente, mas diminuir o consumo sempre pode ser interessante.

Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!