Morreu na última terça-feira, dia 30 de junho, no Estadonorte-americano do Mississippi, o único filho de Robert Jonhson, considerado onome mais importante do ‘blues’ e uma das maiores influência do rock’n’roll. Amorte de Claud Jonhson foi comunicada por seu advogado, John Kitchens. Eleconfirmou que Claud tinha 83 anos, era diabético e sofria de problemascardíacos. Ele morava na cidade de Crystal Springs e faleceu no HospitalBatista de Jackson.

A Suprema Corte do Mississippi garantiu a Claud, em 2014, osdireitos exclusivos sobre as duas únicas fotografias existentes de RobertoJohnson, autor de clássicos do ‘Delta style’ como “Me and the Devil Blues” “SweetHome Chicago”, “Love in Vain” e “Cross Road Blues”.

De acordo com Kitchens, Claud era um homem simples. “Antesde ter o espólio do pai reconhecido, em 1998, e posteriormente ter acesso aosdireitos autorais e de imagem de Robert Jonhson, ele saia para compras frutas enozes que colocava em cestas e dava para os moradores de rua da comunidade”,comentou o advogado. “A única coisa que mudou, com o dinheiro, foi o tamanhodas cestas. Elas ficaram maiores”.

Claud Johnson foi criado pelos avós maternos, pais de VergieCain, e casado durante 59 anos com Earnestine, com quem teve seis filhos – elamorreu em 2013. O filho da maior lenda do ‘blues’ trabalhou como pintor,motorista de caminhão e tinha uma churrascaria. Robert Johnson foi uma personagem faustiniano, que seapresentava de forma mambembe no interior do Mississippi, na década de 30, masque experimentou algum reconhecimento em vida.

Figura lendária, o primeiro‘bluesman’ da história teria feito um pacto com o diabo em um cruzamento, a "encruzilhada" deClarksdale (Miss.), e a causa de sua morte, aos 27 anos, segue indefinida – ahipótese mais difundida é que ele foi assassinado por ciúmes.

Johnson participou de apenas cinco sessões de gravação,registradas em novembro de 1936, em San Antonio, e junho de 37, em Dallas.

Emambas, ele aparece sozinho, cantando e tocando guitarra acústica – uma GibsonL-1. Todo o material, lançado na época pelos selos Perfect, Localion eConqueror, foi reunido pela Columbia, em 1990, na caixa “The CompleteRecordings”.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Curiosidades
Seguir
Siga a página Música
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!