Para manter o interesse do público jovem depois do fim de "Game of Thrones", a HBO apostou suas fichas na série "Euphoria", que estreou neste último domingo (16), às 23h no canal por assinatura e também pode ser vista no serviço de streaming da HBO.

A produção já vem causando muita polêmica por causa de fortes cenas de relações sexuais, uso de drogas, relações familiares conturbadas, entre outros dramas adolescentes.

Publicidade
Publicidade

A impressão de que a série quer fazer um retrato cru dos problemas da juventude norte-americana, é confirmada pelo diretor da atração. Sam Levinson afirmou ter usado suas próprias experiências pessoais com o vício em drogas para dar veracidade às situações que são vistas na produção.

A trama

"Euphoria" acompanha a trajetória de Rue, vivida pela atriz Zendaya (ex-estrela do Disney Channel). A adolescente sofre desde a infância com distúrbios mentais como TOC (transtorno obssessivo-compulsivo) e ansiedade.

Publicidade

Ao começar a tomar escondida os remédios do pai, ela consegue sentir-se mais tranquila e então não para de consumir drogas.

A situação se complica quando ela sofre uma overdose e é mandada para uma clínica de reabilitação. Ao retornar para casa, ela imediatamente volta a usar drogas.

Além do drama da protagonista, a série acompanha outras situações típicas da adolescência.

Como o personagem Nate (Jacob Elordi, que estava em 'A Barraca do Beijo").

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Televisão

Nate é um rapaz rico e popular que apresenta um comportamento machista e com dificuldades para controlar o temperamento.

Jules é uma adolescente trans (vivida pela ativista trans Hunter Schafer). Jules é a novata da cidade que sofre com o preconceito. Ela se torna grande amiga de Rue.

O primeiro episódio da série já dá uma mostra do que esperar de "Euphoria", com uma festa em que é mostrada a viagem de Rue, após consumir drogas, a conversa da protagonista com seu fornecedor que se mostra preocupado com a enorme quantidade de drogas que a protagonista consome.

Nesta mesma festa, um rapaz quase enforca uma garota ao manter relação sexual com ela, pois, de tanto assistir filmes pornográficos, ele achava aquilo um comportamento normal.

Ainda nesta festa, um outro casal tem relações sexuais na piscina enquanto todos ao redor filmam a cena com seus smartphones.

A série produzida pelo rapper Drake, tem classificação etária de 18 anos. E assim como o que aconteceu com "Os 13 Porquês", que foi acusada por muitos de banalizar a questão do suicídio, chegando até mesmo ser acusada de incentivar esta prática, o mesmo pode acontecer com "Euphoria".

Publicidade

Por mostrar de maneira realista um ataque de overdose e até mesmo como burlar um exame para detectar substâncias ilícitas no organismo, pode ser também acusada de levar os jovens para as drogas.

Mas ela também pode ser vista como um alerta para a juventude sobre os malefícios causados pelas drogas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo