A produção alemã distribuída pela Netflix, 'Sequestrando Stella' (Kidnapping Stella), estreou nessa sexta-feira (12) no serviço de streaming.

O longa-metragem de suspense/drama/ação, tem duração de 1h29, direção de Thomas Sieben e tem no elenco: Jella Haase (Stella), Clemens Chick (Vic) e Max von der Groeber (Tom).

A trama

A jovem Stella é sequestrada na rua por dois homens mascarados, Vic e Tom, que pretendem pedir dinheiro em troca da vida da jovem.

Esta é a sinopse do filme alemão, ou seja, é um filme de gênero, mais uma produção, como tantas outras que já foram vistas anteriormente, com o mesmo mote.

O problema deste filme dirigido por Thomas Sieben (do drama 'A Represa'), não é o fato dele ser genérico, e sim como a narrativa é desenvolvida.

Nesta produção, os três (únicos) personagens têm suas características reconhecidas logo de cara pelo público.

Stella é a vítima que não irá desistir de tentar salvar sua própria vida.

Vic é o líder do grupo, frio, calculista e implacável e com sinais de psicopatia (o que não parece ser o caso nesta trama).

Tom é o elo mais fraco da dupla, que irá dar esperança para a vítima de se libertar e que poderá entrar em conflito com Vic.

O longa tem um bom gancho, ou seja, uma sequência inicial que prende o expectador, ao apostar na ausência de diálogos entre os sequestradores enquanto fazem todos os preparativos para executarem o crime.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Seriados Cinema

O que dá dinamismo à trama.

Outra escolha interessante do filme é a de focar a ação somente nos dois sequestradores e na vítima.

Não há subtramas, como a presença de policiais tentando resgatar a jovem ou o drama da família que tenta resgatar a filha.

Aliás, pouco se sabe sobre o universo particular de cada um dos personagens, ao longo da trama, poucas informações são reveladas sobre o trio de protagonistas, o que acaba por torná-los bidimensionais.

Stella é filha única de um pai milionário, Vic e Tom são ex-presidiários que se conheceram na prisão e foi lá que arquitetaram o crime.

Como a própria sinopse do filme já entrega, Stella não será uma vítima que irá facilitar a vida dos criminosos, o que renderá sequências em que ela irá enfrentar seus algozes.

Se por um lado, algumas cenas de conflito entre Stella e seus sequestradores possam ser intensas, existem outras que não convencem, e há uma sequência específica em que há uma falha no roteiro.

Sequestrando Stella tenta impor um clima claustrofóbico, pois, ele se passa quase em toda a sua totalidade em um único ambiente fechado.

Apesar de suas falhas de roteiro, personagens pouco complexos e desfecho um tanto quanto desleixado, o filme é bem filmado e de qualquer maneira, consegue manter o expectador interessado em saber como será resolvido o problema.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo