Embora tenha feito relativo sucesso nas bilheterias, o filme “Esquadrão Suicida” (2016) revoltou os fãs do grupo de vilões da DC Comics. Essa revolta foi tão grande que fez com que a produção fosse completamente ignorada pela Warner/DC.

Houve muita expectativa sobre o destino do Coringa de Leto na nova produção “Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa”, a aventura solo de Arlequina (Margot Robbie). Porém, a produção do longa já confirmou que o personagem não retornará no novo filme e que a obra não terá conexão com "Esquadrão Suicida".

Sue Kroll, produtora de "Aves de Rapina", assegurou esta informação em entrevista concedida ao site Screen Rant.

Na entrevista, a produtora afirmou que o público verá que o novo filme não será uma continuação do que foi mostrado em "Esquadrão Suicida". O filme tratará da emancipação da personagem, pois ela e o Coringa terminaram o seu relacionamento. Trata-se de uma jornada pessoal da personagem ao lado de outras mulheres, afirmou Kroll.

18+

Com o sucesso de “Coringa”, a DC percebeu que pode trilhar novas possibilidades em seus filmes.

A estratégia usada no filme protagonizado por Joaquin Phoenix será vista também em "Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa", ou seja, será um filme para maiores de idade.

O site ComicBook fez uma visita ao set de filmagens e afirmou ter visto uma cena para maiores de idade. Nesta cena teriam sido proferidos 16 palavrões. Este tipo de situação seria difícil de ser editado se fosse a intenção da produção que os palavrões não estivessem na versão final do longa-metragem.

A própria Margot Robbie comparou a experiência em "Esquadrão Suicida" e agora com "Aves de Rapina". Ela disse que, enquanto no filme de 2016 ela tinha que se controlar por causa da classificação etária do filme, agora ela não encontra este tipo de problema com a nova produção.

A estrela de "Aves de Rapina" refletiu que existem muitos personagens sombrios na DC, como a Caçadora, que sofre de traumas na infância, e a própria Arlequina, que possui problemas mentais.

Margot Robbie disse que não se pode explorar mais profundamente este tipo de coisa se houver algum tipo de censura. Ela indagou como seria libertador se o elenco não tivesse que se preocupar com este tipo de coisa. Apesar das declarações de Robbie, o produtor Bryan Unkeless afirmou que não tem nada em definitivo até o momento, mas ao que tudo indica, o filme seguirá os mesmos caminhos que Coringa.

"Aves de Rapina" conta ainda no elenco com: Elizabeth Winstead (Caçadora), Jurnee Smollett-Bell (Canário Negro), Rosie Perez (Renee Montoya) e Ella Jay (Cassandra Cain). Ewan McGregor será o vilão (Máscara Negra) enquanto Chris Messina vive o assassino Victor Zsask.

O longa tem estreia prevista para 7 de fevereiro de 2020.

Não perca a nossa página no Facebook!