Neste domingo (5) aconteceu em Los Angeles a entrega do prêmio Globo de Ouro. Foi a quinta vez em que o comediante inglês Ricky Gervais comandou a cerimônia de premiações. Em seu monólogo de abertura o ator causou polêmica e recebeu várias críticas nas redes sociais, tanto de jornalistas quanto de espectadores que acharam a fala de Gervais ofensiva.

Ricky Gervais é conhecido pelo seu humor ácido, que é visto em muitas de suas criações. Ele é a mente criativa por trás de obras como “The Office” e “Extras”.

No discurso, ele falou sobre a vida pessoal e características físicas de artistas que estavam presentes ao evento.

Além disso, o artista falou sobre temas polêmicos, como o escândalo em que vários atores estavam envolvidos, a fraude nas admissões em universidades dos Estados Unidos, racismo, escândalos sexuais na indústria do Cinema e ainda citou o Estado Islâmico. O Globo de Ouro é promovido pela Associação da Imprensa Estrangeira em Hollywood (HFPPA, na sigla em inglês). A premiação dá a largada na temporada de prêmios e é considerada uma prévia do Oscar.

Hipocrisia

Talvez a fala mais controversa de Gervais tenha sido quando ele aconselhou que os ganhadores do prêmio simplesmente subissem ao palco, pegassem suas estatuetas e fossem embora sem discursar. Na visão do ator inglês os artistas não sabem nada sobre o que acontece no mundo real, pois a maioria deles teria menos tempo de estudo que a ativista ambiental de 16 anos Greta Thunberg: “Apenas receba seu pequeno prêmio, agradeça ao seu agente e saia fora", em tradução livre da fala do ator.

Desobediência

A fala inicial do ator durou pouco mais de sete minutos e pegou a plateia de surpresa. Alguns receberam aquelas palavras com incredulidade e risos nervosos, mesmo assim, a recomendação de Gervais foi para que os astros se limitassem a apenas receberem seus prêmios. Algumas atrizes não ouviram essa recomendação e falaram sobre questões sociais e políticas ao abordarem temas como: representatividade feminina e importância do voto, até mesmo os incêndios na Austrália foram citados.

Michelle Williams e Patricia Arquette foram duas das atrizes que não seguiram a recomendação do humorista, a primeira emocionou os presentes quando falou que as mulheres precisam transformar comportamentos.

A 77ª edição do Globo de Ouro teve como grande vencedor da noite a produção dirigida por Quentin Tarantino “Era uma vez em... Hollywood” que ganhou em três categorias: filme de comédia/musical, roteiro e ator coadjuvante, para Brad Pitt.

Siga as suas paixões.
Fique atualizado.

A Netflix decepcionou na premiação, suas produções e atores foram indicados a 34 prêmios, mas acabou vencendo em apenas dois.

Não perca a nossa página no Facebook!