O ator sueco Max von Sydow faleceu no último domingo (8), aos 90 anos. O anúncio foi feito pela família do artista, que não informou a causa da morte. Seu nome verdadeiro era Carl Adolf Sydow. Ele nasceu em Lund, Suécia, no dia 10 de abril de 1929. Seus pais eram Carl Wilhelm, um professor de etnologia, e Greta, também professora. Após terminar o ensino médio, Max von Sydow se matriculou na Escola Real de Artes Dramáticas de Estocolmo.

Ingmar Bergman

Sua carreira se iniciou com o filme sueco "Bara en mor" (Apenas a Mãe), de 1949. Oito anos depois, ele protagonizou "O Sétimo Selo", do cineasta sueco Ingmar Bergman (1918-2007).

O ator formou ao longo de sua carreira de 65 anos uma parceria notável com o diretor, juntos eles trabalharam em 11 filmes. Entre os trabalhos feitos com Bergman, ficou marcada na história do Cinema a cena da partida de xadrez contra a morte vista no filme “O Sétimo Selo”. Entre os filmes do diretor com o ator vale destacar as produções: "Morangos Silvestres"; "No Limiar da Vida" e "A Fonte da Donzela".

Sydow também trabalhou com diversos outros grandes diretores de cinema, como Andrei Konchalovsky, David Lynch, Bertrand Tavernier, John Huston, Ridley Scott, Sydney Pollack, Win Wenders e Woody Allen.

Versatilidade

Uma das características mais marcantes do ator sueco era sua versatilidade. Entre os diversos filmes para cinema e séries de TV, Max von Sydow foi visto em produções dos mais diferentes gêneros.

O próprio ator falou sobre isto ao jornal sueco Aftonbladet, em sua opinião, os atores que obtiveram algum sucesso foram aqueles que lhes foram oferecidos um tipo específico de personagem e Sydow acabou não indo por este caminho.

Max von Sydow recebeu apenas duas indicações ao Oscar. A primeira foi por seu papel no longa-metragem “Pelle, o Conquistador” (1987) do diretor Billie August.

A outra indicação foi pelo filme do britânico Sthephen Daldry, “Tão forte e tão perto” (2011), em que foi indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante.

Além de filmes clássicos, o artista participou de filmes mais comerciais e sem muitas pretensões, como “Flash Gordon” (1980), e também foi visto no longa “Conan, o Bárbaro” (1982).

Sydow também esteve no elenco dos filmes “O Exorcista”, “007 – Nunca Mais Outra Vez”, “Hannah e suas irmãs”, “Minority Report – A Nova Lei” e “Ilha do Medo”. Em 2015 ele foi visto novamente em uma superprodução para o cinema, ele esteve presente em “Star Wars – O Despertar da Força” (2015).

Televisão

Alguns de seus trabalhos mais recentes na TV foi sua participação na animação “Os Simpsons”, em que ele fez a dublagem do personagem Klaus Ziegler, em 2014. Recentemente ele participou da série de sucesso da HBO “Game of Thrones”.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!