O cantor e compositor inglês Steve Hackett, de 70 anos, será eternizado na biografia “A Genesis In My Bed” (O Genesis na Minha Cama). O músico, em parceria com o jornalista britânico Richard Macphail, dedicou-se a escrever o livro que conta a sua trajetória como guitarrista da icônica banda de rock progressivo Genesis.

Com pré-venda anunciada na Amazon.com, o produto estará à disposição dos fãs a partir do dia 15 de julho. O projeto teve o apoio da editora Wymer Publishing para produzir este projeto, com pré-venda anunciada na Amazon.com. Por meio de uma análise esplêndida e completa, Hackett faz o leitor conhecer profundamente a sua carreira.

A obra conta em detalhes suas relações com os principais membros do Genesis: Peter Gabriel, Phil Collins, Tony Banks e Mike Rutherford. Além disso, ele narra bastidores de gravações, shows e turnês, mostrando como todos esses fatores foram determinantes para a sua saída da banda em 1977.

"Demorei quinze anos para finalizar este livro, escrevendo entre turnês e gravações. Porém, tudo isso me deu tempo suficiente para desenvolvê-lo como realmente desejava. O livro é revelador, e eu exploro sentimentos pessoais. Respondi a muitas perguntas que os fãs fizeram ao longo dos anos também, como por que deixei o Genesis". "Demorou quinze anos para concretizar este livro, escrevendo entre turnês, gravando e contestando questões legais, mas isso me deu tempo para realmente desenvolvê-lo", revelou Hackett à rádio ABC News, dos Estados Unidos.

Steve Hackett participou de seis álbuns do Genesis

Sthepen Richard “Steve” Hackett foi guitarrista do Genesis de 1971 e 1977. Nesse ínterim, ele participou diretamente de seis álbuns da banda: Nursery Crime, Foxtrot, Selling England by the Pound, The Lamb Goes Down on Broadway, A Trick of the Tail e Wind and Wuthering.

Logo depois, ele deixou o grupo a fim de iniciar carreira solo.

Após a sua saída, o Genesis foi reduzido ao trio formado por Phil Collins, Tony Banks e Mike Rutherford. Por outro lado, eles ganham o reforço do guitarrista Daryl Stuermer e do baterista Chester Thompson. Com a nova formação, a banda lançou 11 álbuns e realizou seis turnês sendo a última em 2007.

Steve Hackett inspirou famoso guitarrista de banda dos anos 80

Steve Hackett tem uma forma única de tocar guitarra. Ele é conhecido por ser o criador da famosa técnica de Tapping. O estilo nada mais é do que uma variação do legato, que é uma linha curva que se coloca acima ou abaixo de várias notas no trecho musical, sem interrupções dos sons.

Com isso, Hackett serviu de inspiração para o guitarrista Eddie Van Halen. O holandês, radicado nos Estados Unidos, foi o responsável por popularizar o Tapping tocando canções da banda Van Halen. Considerado um dos maiores guitarristas do mundo, Eddie aplica a técnica, só para exemplificar, em músicas como “Panama”, “Jump” e “Can´t Stop Lovin´ You”.

Turnê de Steve Hackett é cancelada por causa da pandemia do novo coronavírus

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) forçou Steve Hackett a adiar sua turnê mundial em 2020. Ao todo, o inglês tinha 84 shows marcados neste ano. Ele, inclusive, anunciou em seu site oficial. o cancelamento das apresentações nos Estados Unidos, Inglaterra, Nova Zelândia, Austrália e Japão. A princípio, os eventos marcados de agosto até dezembro foram mantidos pelo músico.

"Tenho toda a intenção de manter a agenda assim que os locais forem abertos novamente. Os fãs ficariam desapontados se os shows não forem realizados. Porém, tenho de pensar na saúde e na segurança de todos. Após o controle da pandemia, vou conversar com os produtores dos meus shows para avaliar o que podemos fazer para não deixar nosso público na mão”, finalizou.

De acordo com comunicado publicado esta semana na página de Hackett, os concertos na Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Escócia, Finlândia, França, Holanda, País de Gales, Polônia e Suécia, estão mantidos pelos produtores do músico. Porém, não está descartada a possibilidade de os shows serem cancelados por causa do avanço do vírus na Europa.

Steve Hackett é 'figurinha carimbada' no Brasil

Após anos de casamento com artista e designer brasileira, Kim Poor, de quem se divorciou em 2007, Steve Hackett é fã de Milton Nascimento e Ney Matogrosso e admirador da Praia do Arpoador, Zona Sul do Rio de Janeiro. Sempre que vinha de férias ao Brasil, Steve Hackett ficava na casa da família da esposa e gostava de passear pela orla de Ipanema e Leblon.

Apesar da separação, o músico sempre manteve uma proximidade com o país. O ex-guitarrista do Genesis esteve pela última vez no Brasil em 2018. Nesse ínterim, ele fez apresentações emblemáticas em Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte quando tocou sucessos da banda acompanhado de uma orquestra.

Além de ser um multi-instrumentista, Steve Hackett é conhecido na cena do rock por ser um grande produtor musical. Em 1983, antes de mais nada, ele aproveitou a oportunidade para se aproximar dos fãs brasileiros. Ele, inclusive, produziu o primeiro álbum de Ritchie, “Vôo de Coração”. Logo depois, no ano seguinte, o britânico tocou em “Menina Veneno”.

Steve Hackett não irá participar de nova turnê do Genesis

Após 13 anos sem realizarem uma turnê, o Genesis está preparando para uma turnê em novembro e dezembro desde ano. “The Last Domino?” tem apresentações marcadas para a Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Escócia, Espanha, França, Inglaterra, Irlanda, Irlanda do Norte, Itália e País de Gales.

A formação, porém, terá Phil Collins, Mike Rutherford e Tony Banks. No entanto, Peter Gabriel e Steve Hackett não irão participar dos shows. Como era previsto, nenhum dos dois está inserido na nova turnê do grupo britânico. Gabriel, ex-vocalista e líder da banda, saiu do Genesis, em 1975.

Vale lembrar que o Genesis vem promovendo no canal oficial da banda no YouTube (clique aqui) o “Genesis Film Festival” durante o período de isolamento social.

No sábado passado, foi apresentado o penúltimo show, “The Way We Walk”, de 1992. O último, que será exibido em 16 de maio, é o “When In Rome”, de 2007.

Siga a página Música
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!