O ano de 2020 está sendo marcado por uma sucessão de acontecimentos trágicos, surpreendentes, lamentáveis entre outros adjetivos nada agradáveis.

Pandemia

Obviamente que a primeira coisa que se pensa em relação a este ano, é que a pandemia do novo coronavírus levou à morte de milhões de pessoas no mundo todo.

A doença, ainda sem cura, trouxe também vários prejuízos na área econômica e um dos setores que mais sofreram com a pandemia foi o setor cultural. Por motivos óbvios, teatros, cinemas e museus foram fechados, e ainda que aos poucos as atividades estejam sendo retomadas, o cenário ainda é bastante instável.

Até mesmo a poderosa indústria cinematográfica de Hollywood está sofrendo com os adiamentos de várias produções que prometiam ser sucesso nos cinemas.

Streaming

No momento, alguns estúdios cogitam levar seus blockbusters, diretamente para os serviços de streaming.

Ainda que plataformas de streaming como a Netflix tenham tido prejuízo ao não poder dar prosseguimento às filmagens de suas grandes produções, por outro lado cresceu o número de assinantes destas empresas.

Quem também sofreu com a pandemia foi a Televisão tradicional, no Brasil, talvez o caso mais evidente disto seja a Rede Globo, quase que diariamente a mídia informa que a emissora demitiu grandes nomes de seu elenco. Até mesmo o tradicional especial de fim de Ano do cantor Roberto Carlos foi cancelado, por causa de seu alto custo de produção.

Se o especial de Natal do "Rei" na Globo já fazia parte da cultura brasileira, uma nova tradição está se formando no Brasil, o especial de Natal do grupo de humor surgido no YouTube, o Porta dos Fundos.

Sucesso no YouTube, o grupo firmou uma parceria com a gigante do streaming Netflix e juntos começaram a produzir a atração anual.

Este ano o Porta dos Fundos não exibirá a atração pela empresa do "N" vermelho e sim diretamente no canal do YouTube do grupo.

A cada edição do especial natalino o grupo encontra uma maneira diferente de recontar a história de Jesus Cristo.

A edição de 2019 foi a que mais causou polêmica, pois o especial intitulado "A Primeira Tentação de Cristo" revoltou religiosos e alas conservadoras da sociedade.

Passado quase um ano, o Porta dos Fundos divulgou na última sexta-feira (20) o cartaz e o trailer de seu novo especial de Natal, que recebeu o nome de "Teocracia em Vertigem".

O título é obviamente uma brincadeira com o documentário da cineasta Petra Costa, "Democracia em Vertigem", o documentário da Netflix foi indicado ao Oscar na categoria "Melhor documentário", a própria cineasta faz uma participação na produção do Porta dos Fundos e se disse feliz com a proposta do grupo de humor.

Este ano, a temática do especial de Natal será levar para os tempos de Cristo à polarização política em que vivemos atualmente.

Além da cineasta, "Teocracia em Vertigem" conta com as participações especiais de: Hélio de la Peña, Marcos Palmeira, Clarice Falcão, Emicida, entre outros.

O filme estreará no canal do "Porta" no YouTube no dia 10 de dezembro.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!