As redes sociais já pregaram peças em muita gente, e vez ou outra sempre aparece um boato que de tão compartilhado na web acaba virando uma verdade absoluta, onde ninguém se preocupa em verificar os fatos.

Quem está no Facebook há mais tempo, se lembra de um caso que teve repercussão nacional dentro da própria rede social. Mais precisamente em novembro de 2014, uma foto viralizou por blogs e páginas de fofoca e Humor. Se tratava de uma noiva, rodeada de amigas, com uma camiseta no mínimo engraçadinha, com os dizeres "Quem comeu, comeu. Quem não comeu, não come mais".

O texto que acompanhava a imagem, dizia que se tratava de uma noiva brasiliense chamada Thaís que teria exagerado um pouco em sua despedida de solteira, usando a camiseta polêmica na festinha.

Juan, o noivo de Thaís, teria recebido a foto e ficado furioso com a gracinha da futura esposa. A publicação dizia ainda que Juan cancelou o casamento por causa da camiseta que tanto tinha causado a discórdia. Algumas outras versões da história, diziam ainda que a noiva teria chegado na igreja para o casório com a tal camiseta, e que o noivo a teria abandonado ali mesmo no altar, envergonhado com os convidados.

Com milhares de compartilhamentos, a história se espalhou rapidamente com muitas pessoas defendendo a atitude do rapaz e condenando a moça por sua ousadia em expor sua intimidade para outras pessoas.

O fato é que pouca gente se preocupou em saber se a história era verdadeira. Mas o 'E-Farsas', site especializado em desvendar farsas que viralizam na internet, foi atrás da verdade.

A verdadeira história sobre a noiva da camiseta

A noiva na verdade chama-se Iara Cunha e ela não é de Brasília como sugeria a falsa história.

Iara é da cidade de Itajaí, interior de Santa Catarina e seu noivo se chama Vilmar Júnior.

A única verdade na história fantasiosa do casal é a camiseta. Sim, Iara usou a vestimenta com a frase engraçada em sua despedida de solteira. Foi um presente das próprias amigas que aparecem com ela na foto. No entanto, seu noivo Vilmar Júnior já sabia da existência do artefato e não achou nada demais. O casamento ocorreu normalmente em 11 de outubro de 2014, um mês antes de toda a polêmica acontecer no Facebook.

Não sabemos se o casal ainda está junto e feliz, mas se não estão, não é por culpa da camiseta.

Se você gostou deste artigo, confira também 6 famosos brasileiros que perderam muito dinheiro e estão falidos [VIDEO]

E para boas gargalhadas, confira as 9 imagens que comprovam que você tem a mente poluída [VIDEO]