5 fatos que se destacaram no primeiro mês do governo Bolsonaro

Primeiro mês do governo Bolsonaro é marcado por vaivéns. Foto: José Cruz/Agência Brasil.
Primeiro mês do governo Bolsonaro é marcado por vaivéns. Foto: José Cruz/Agência Brasil.

Desentendimentos geraram desconfortos para a gestão do atual presidente.

Não perca as atualizações mais recentes
Clique nos tópicos de interesse e comece a segui-los. Nós vamos sempre te manter atualizado com as principais notícias.

Jair Bolsonaro, em toda sua campanha eleitoral, prometeu um Governo de mudanças, que seria diferente de tudo já experimentado pela República brasileira.

Entretanto, passado 1 mês de gestão, a equipe de governo do capitão reformado acumula desistências e recuos.

1

Confusão sobre o decreto do novo salário mínimo

No primeiro dia de trabalho oficial da sua gestão, dia da posse, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o decreto sobre o novo valor do salário mínimo sairia apenas nos próximos dias. Entretanto, no mesmo dia, Bolsonaro assinou o documento que fixou a quantia em R$ 998.

2

Desistência de aumento do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF)

Novo desencontro entre Bolsonaro e seu ministro da Casa Civil. Na primeira coletiva como presidente do Brasil, Jair afirmou que haveria um aumento no Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), para assegurar a prorrogação até 2023 dos incentivos fiscais concedidos às regiões Norte e Nordeste. No entanto, momentos depois, Onix Lorenzoni disse que o presidente "se equivocou" e desmentiu o suposto acréscimo ao tributo.

Não perca a nossa página no Facebook!