Um marido desprezado resolveu se vingar de sua esposa por tê-lo traído e decidiu fazer isso em 'grande estilo'. O caso aconteceu em Almirante Padilha, em Zulia, na Venezuela. O homem traído, que ainda não teve seu nome divulgado, resolveu dar uma grande festa convidando amigos e familiares, entre eles Alberto Sobalvarro, conhecido de longa data e pivô da traição que abalou o casal. Ao lado de Daliana Meleán, sua então mulher, ele pega um microfone e começa a fazer um discurso.

Alberto Sobalvarro, o amigo em questão, é ninguém menos que um economista e congressista ligado diretamente ao atual presidente venezuelano, Nicolás Maduro.

Publicidade

Após conseguir a atenção de todos os convidados, o traído chama Sobalvarro pelo nome e começa dizendo que eles se conhecem há 20 anos, sendo que Alberto é pai de um grande amigo dele. Em seguida, ele deixa o discurso amigável de lado e dispara que o Sobalvarro teve uma atitude covarde ao cortejar uma mulher comprometida.

Meleán e Sobalvarro trocavam mensagens comprometedoras

Maleán já mostrava sinais de constrangimento, mas seu então namorado foi mais longe do que ela esperava. O homem traído ainda pega o celular de sua enamorada e revela as mensagens comprometedoras entre ela e Sobalvarro, que provam que os dois estavam tendo um relacionamento às escondidas.

Ainda em meio às mensagens, o traído acusa o congressista de ter prometido um apartamento no valor de US$ 40 mil para Meleán. Ele ainda revela que sabia da busca dela por um apartamento nesse valor, só não tinha ideia de onde ela tiraria o dinheiro até então. O intuito era que o apartamento service também de ponto de encontro para os dois amantes.

Apesar de todos os que estavam presentes acharem que a qualquer momento o traído partiria para cima de Sobalvarro e um ato de violência, o homem se manteve calmo durante todo o discurso.

Publicidade

O único movimento que poderia ser considerado mais 'brusco', foi o de atirar o celular de Meleán na piscina, assim que sua enamorada tentou recuperar o aparelho. Logo em seguida, uma amiga de Meleán a puxa de perto de seu então namorado, deixando-o sozinho para terminar o que estava dizendo.

Por fim, ele agradece a Sobalvarro por tudo que foi feito durante esses 20 anos de amizade entre os dois, incluindo o cortejo de Meleán. Ao se dirigir a ela, o traído agradeceu pelos dois anos em que os dois estiveram juntos, porém, claramente utilizando um tom de sarcasmo.