Segundo informações da revista Veja, o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC) informou que o hábito de lavar carnes de frango, peixe e até bovina, pode colocar a saúde em risco. Higienizar os alimentos antes do preparo é indicado por médicos, mas apenas quando se trata de frutas, legumes e outros.

Quando o assunto é carne, lavar não deve ser nem uma opção. Isso porque, as carnes tanto brancas quanto vermelhas podem conter bactérias que se espalham ao entrarem em contato com a água, isso inclui também os ovos.

Segundo informações do órgão americano, ao lavar frango cru, carne bovina, suína e ovos, os micróbios que podem estar presentes nesses alimentos se espalham pela pia da cozinha, contaminando assim não só a área em que foi lavado, mas também utensílios e outros alimentos que venham a estar em cima ou próximo a pia.

Bactéria Campylobacter

Essa bactéria que é muito comum em carnes e ovos, é uma das maiores responsáveis pela intoxicação alimentar, que tem como sintomas: Febre, vomito, diarreia, dores abdominais e enjoo.

Além das carnes, a Campylobacter também pode estar presente em frutas e legumes assim como nos leites não pasteurizados.

Com tantos riscos que uma ação tão simples como lavar frango cru pode trazer, o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos resolveu reforçar a informação, já que os americanos consomem uma grande quantidade de frango.

A maneira correta e segura de higienizar a carne de frango e outras carnes é através do cozimento.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Saúde Santos

Esse alerta também pode ser muito importante também para os brasileiros, que costumam receber recomendações para lavar frango cru antes do preparo.

Segundo a revista Veja, Uma pesquisa realizada no Reino Unido mostrou que 44% dos cidadãos britânicos lavam a carne de frango cru por acreditar que assim estarão se livrando de bactérias que possam estar no alimento.

Complicações da intoxicação alimentar

Uma intoxicação alimentar comum costuma desaparecer dentro de poucos dias, mas em ocasiões raras essa intoxicação pode ter um agravante como a hepatite, pancreatite e até a rara síndrome de Guillain-Barré, que é uma doença onde o sistema imunológico do paciente começa a atacar o sistema nervoso, causando assim fraqueza muscular e até paralisia.

Mas também existe o grupo de risco, que são as gestantes, idosos e crianças pequenas com idade inferior a 5 anos, além de indivíduos com problemas no sistema imunológico, como as pessoas que tem HIV.

Outra dica importante para evitar ter problemas de Saúde causados por lavar frango cru, é guardar a ave na parte inferior da geladeira evitando assim que respingos caiam sobre outros alimentos, também é importante lavar as mãos depois de manipular carnes e ovos, além de verduras e frutas.

Esse artigo é meramente informativo, ele não substitui uma consulta médica.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo